segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Crepúsculo...

Sempre gostei de ler. Meu sonho infantil era o dia em que aprenderia a ler. O meio em que vivi contribuia para aumentar ainda mais a minha vontade.

Meu pai sempre tinha livros de faroeste no seu criado mudo (eu deduzia serem livros de faroeste pela capa). Minha mãe andava as voltas com o seu Caderno de Costura, em que havia os modelos de roupas desenhados, amostras de tecidos e as medidas da maioria das mulheres que moravam na cidade (ahhh eu com esse caderno hoje em dia!). Meu irmão e meu primo (o do post anterior) os culpados, já estudavam e sempre andavam com livros, cadernos. E eu? Analfabeta. ( e pior nem sabia que era...) Não sabia ler nem escrever e minha mãe não permitia que eles me ensinassem por que ela não queria que fosse diferente das outras crianças ao entrar na escola.

A regra foi burlada. Eles me ensinaram com a ajuda de meu pai. E a primeira palavra que li sozinha foi CASA. Depois não parei mais de ler. Na sala de minha casa, havia uma estante cheia de livros e assim que aprendi a ler, minha mãe foi liberando alguns. Os infantis. Enquanto na escola as outras crianças detestavam ir até a biblioteca no dia de escolher o livro, era meu dia favorito, por que os livros infantis que eu tinha em casa já havia lido e relido.

Até que minha mãe liberou a segunda cota de livros infantis, que ela achava que eram grandes e eu não conseguiria ler. Eu consegui.

Primeira "paixonite":
Hans Christian Andersen, com seu livro A Princesa e a Ervilha, autor de outros como: Patinho Feio e A Roupa Nova do Rei, que também eu tinha em casa. Por tempos suspirei com suas histórias. Isso eu tinha uns 8 anos.

Segunda "paixonite":

Érico Veríssimo com: Vidas Cruzadas.
Não era um romance até onde eu lembre, mas eu me encantei com o estilo dele escrever e procurei ler todos os seus livros. Consegui. Eu li todos os livros de Érico Verissimo, apesar de começar a lê-lo por Vidas Cruzadas, minha paixão mesmo foi O Resto é Silêncio e Solo de Clarineta esse sim, eu suspirei por tempos. Eu deveria ter uns 11 anos.

Li muitos outros livros, até que quando saiu a lista dos livros para o vestibular da UFSM (Universidade Federal de Santa Maria ) - RS, que eu prestei no ano de 2000 para Design Industrial, eu já havia lido todos os livros, gabaritei Literatura (esqueçamos que eu fui mal em geografia e história e não passei.)

Terceira "paixonite":

Paulo Coelho com O Alquimista. Entrei em outra faculdade no meio deste mesmo ano, e por indicação de uma amiga, comecei a lê-lo. Não consegui mais parar de ler, mesmo esse sendo o primeiro o que me fez suspirar foi As ValKirias. Isso com meus 18 anos.

E de lá pra ca, não havia mais suspirado com nenhum livro e autor. Até que minha amiga blogueira Youko, mais conhecida como Sandy Bochechas, do Blog Estranha "Garota Perfeita" , indicou-me um livro que se tornou outra "paixonite".



Quarta "paixonite":
Stephenie Meyer com Crepúsculo. Há tempos não me empolgava tanto com um livro. Quando li a sinopse pensei que não ia gostar, afinal se trata-se algo fantasioso, mas dei um crédito a quem me indicou e sei o quanto tem bom gosto e comecei a lê-lo, eis que a uma semana estou a suspirar por Edward e já dei o jeito de baixar o resto da trilogia, estou lendo a Lua Nova, que é continuação. Por que quando terminei de ler o Crepúsculo quase tive um chilique, por que a história seria tão boa com um final tão ruim ou não como eu gostaria que terminasse.

*Crepúsculo* Stephenie Meyer


É a história de amor de Bella e Edward, ela humana, ele vampiro. Um amor impossível ou possível?

Eu não vou contar a história por aqui, apenas deixo o link para download do livro, quem se interessar baixem aqui :

*Download do Livro*
Suspirem. Apaixonem-se.

4 comentários:

Nanda Assis. disse...

adoro ler tbm, e o paulo coelho é meu preferido. já li tudo dele. vou segui seua dica e ler este livro.
bjosss...

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amiga!

Otima dica a sua...

Tb gosto de ler...

Uma otima tarde.


beijooo.

pirajussaralondon disse...

Confesso que não tinha o hábito da leitura, na minha infância eu li muito gibi do Mauricio de Souza, depois peguei pavor de leitura, eu via aqueles livros brochuras eu desistia, até conheci a minha namorada e a mesma lia muito e disse que era questão de hábito e que eu deveria começar por algum tema que eu gostasse, até que um dia na hora do almoço na FNAC eu vi um livro do rapper MV Bill, intitulado "Cabeça de Porco"comprei e desde então não parei mais de ler, é muito bom ler !!

Youko Watanabe disse...

Dona Lula Molusca, que bom que Crepusculo se tornou uma paixonite pra vc..
Ainda nao consegui ler Lua Nova com a agitação da mudança.
To na expectativa.
beijos, o link ta ruim na Dora tbm.. nao é so comigo
=)