sexta-feira, 31 de outubro de 2008

A garotinha se encontrou

Deus me ouve! Eu quero mudar o mundo!

- ♥ ♥ -
"Ainda existe dentro de mim a menina que ajoelhava-se à cama e rezava todas as noites pedindo para mudar as coisas ruins que via.

Por um tempo ela se perdeu, deixou de acreditar.

Ontem peguei a garotinha dentro de mim, rezando."

- ♥ ♥ -

*Bom final de semana*

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Cega, surda e muda?

Essa imagem é bem antagonica no que diz respeito a mim.

Surda e muda? Literalmente nunca fui.

Sou uma tagarela incontestável. Uma excelente ouvinte. E vêjo muito bem com os olhos da alma.

Meus olhos não são tão saudáveis (míopia, astigmatismo e ceratocone!).

Aprendi a ver com os olhos da percepção.

Fui tachada muitas vezes desatenta por não "ver" as coisas. Não via a determinada roupa que um pessoa estava a vestir, não via o menino lindo que me sorria, não via um carro diferente que passava.

Não via. Não vejo.

Não consigo registrar imagens, não as percebo com a mesma intensidade que muitas pessoas. Não considero importante o que eu vejo e sim o que eu falo e o que eu ouço.

Não havia reparado na roupa da pessoa que falava comigo, mas me pergunte se eu lembro o que conversamos? Isso eu sempre fui capaz de dar relatórios a qualquer interrogatório.

Porém eu vejo com os olhos da alma.

Minha percepção é extremamente aguçada. Não precisa me dizer o que você sente, eu sinto só no olhar, eu percebo. Ninguém se esconde de mim por muito tempo, eu revelo sentimentos. Permita-me conversar contigo cinco minutos, seja sincero, e eu desvendarei sua alma.

Já eu? Sou mestra em me camuflar atrás de sorrisos. Aprendi a me esconder atrás de um sorriso. Mas quem tem o poder de ver almas, transpassa isso com os olhos que somente outros olhos podem desvendar.

*FIM*

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Nojo...

Eu poderia citar alguns sinônimos para "nojo": asco, repugnância, foram os que eu lembrei no momento, mas vou me ater apenas ao "nojo", isso define muito bem o que eu sinto.

Eu estou com nojo de tudo.

Fazia tempo que não me sentia assim, são ciclos e ciclos que eu passo e um deles resume-se a "anojar" tudo que está a minha volta, inclusive pessoas.

Estou com nojo da minha casa que não é minha, os móveis, o piso, as cores, a ventilação, sinto um mau estar somente de olhar a minha volta, não sei explicar bem o que é, mas só sei que dá vontade de sair porta fora correndo e nunca mais voltar para esse lugar.

Estou enojada com meus vizinhos. Não fico cuidando da vida alheia, mas eles mostram suas vidas para quem quiser ver e ouvir. To cansada de ser acordada todos os dias pelo rádio da vizinha ouvindo "aleluia irmão, ohh glória" e do outro lado da rua "creuuu creuuuu'. E eu no meio que nada tenho contra a nenhum estilo mas condeno o volume dos mesmos.

Estou enojada de ouvir a vizinha gritando com as meninas dela, palavras horriveis que vão destruir qualquer tipo de auto estima que algum dia essas crianças viriam a ter.

Estou enojada com a cidade, que é esquecida, apesar de ser vizinha de uma cidade turistica, a prima pobre que fornece água para a prima rica e nós que moramos aqui passamos ao menos um dia por semana sem água, e o proprietário a quem pagamos aluguel, só gosta de receber o dinheiro e de um mês passa para o outro a aquisição de uma caixa d`água.

Isso tudo é por que acostumei com uma vida cigana e não aguento ficar muito tempo no mesmo lugar. Preciso de uma nova janela para observar. Novos vizinhos. Novas paredes. Novas cores. Preciso de silêncio e paz.

É isso, preciso de paz.

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Pinto de granja!

Alguém já conhece essa expressão: "pinto de granja"?

É bem conhecida por mim, já que assim eu sou denominada.

Motivo de minha ausência: Ser um pinto de granja.

Tudo começou com uma tosse incontrolável, logo o estado se agravou e quando eu pensei que tudo estava terminado, iniciou uma sinusite de doer a alma e enlouquecer os mais santos.
E o pinto de granja adoece.

É um expressão utilizada por pessoas mais velhas, fazendo uma comparação com os pintos que nascem naturalmente e aqueles que são criados em granja, os de granja são bem mais fracos, qualquer coisa adoecem.

Sempre fui um pinto de granja. Um vento mais forte, e cá o pinto de granja já espirra.

Melhor pinto de granja, do que galinha!

**Boa semana a todos, agora tudo se normalizou**

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Radicci

Por essa semana, momento nostalgia, veio-me a memória um cartonista de minha região.

Conheci seu trabalho, quando tinha lá meus 15 anos. Lendo o jornal da região, deparei-me com o Radicci, um colono.. que representa a cultura da serra gaúcha com muito humor.

Radicci é uma criação de Carlos Henrique Iotti - O Criador e as criaturas *AQUI*

Eu não saia de casa para ir para escola sem antes ler suas histórias, charges e tirinhas. Por anos deixei de lê-lo, por que o jornal era regional e perdi o contato. Até que.. essa semana o encontrei na Internet, está repaginado, mas as histórias ainda são divertidas.

Usa uma linguagem diferente, não é português, não é italiano e não é um dialeto.

É como os colonos da serra falam. Carro (caro), carroça (carossa) e assim vai...



RADICCI

Divirtam-se com Radicci, sua esposa Genoveva, seu filho Guilhermino e o Nôno.





Uma história...

Desgrazia poca é bobazem!


"Alôôô, gurrizada! Oggi vômo propor um desafio aos especialistas e cozinheiros da rezion. Como tutti sabem, a arte culinária quá é molto desenvolvida e temos vários expoentes di questa arte espalhados pelas cozinhas per aí. Questa zente zá inventou pratos maravigliosos e encantou convidados com mangiares dos deuses.


Agora, o desafio! E os pratos que non deram certo?! Os rotundos fiascos. Non acredito que, quem é metido a inventor na cozinha nunca tenha feito una barbárie gastronômica. O tal prato experimental é sempre um contrato de risco e pode desandar como una maionese. Oggi vou dar algunas receitas que non devem ser feitas e desafio os especialistas a darem também as suas.


Vômos em frente e que Dio tenha piedade di nostros convidados.

O mais recente fiasco gastronômico foi um desastre com ingredientes requintados: spaghetti com mollho di yogurte, hortelã e camarón. O nome é pomposo, mas o resultado foi quase una trazédia. O spaghetti é tão simples e buono di comer que um filete di azeite di oliva e um buon parmezon ralado fazem um acompanhamento molto agradável.


Pertanto, erar um spaghetti é una proeza. Ponha água bastante para cozinhar o spaghetti. Para o molho rale uma cebola e, zá que vai dá tutto erado, rale um pedaço do dedo também. A cebola vai pro fogo com um pouco de manteiga. Pra altra parte do fiasco pegue um pote di yogurte natural, colha unas vinte folha de hortelã no quintal e bata num liquidificador. Reserve.


Espere a cebola fritar e zogue o yogurte com a cebola. Vai ficar una bosta perché o leite vai se separar do soro. O cheiro agradável ainda engana e dá esperança que
saia algo que preste. Ledo engano. Pra coroar o prato, coloque uns camarón no molho aguado-leitoso e cozinhe.


Escora o spaghetti e coloque questo pseudomolho em cima. O molho aguado irá todo pro fundo e o spaghetti ficará brancon por cima. Non se dê por vencido. Coloque um queizo ralado por cima e leve pra mesa. Tente pescar os camarón, zunto com o que se convencionou chamar di molho. Lembra um pouco pasta de dente com água di côco. O camarón dá un toque todo especial.

Altra receita imperdível é o galeto miserável do Nôno.


Questo é bastante simples e non requer prática. Os ingredientes son os mesmos do nostro tradicional galeto. O detalhe é o modo de fazer. Aprenda com o Nôno.

Primeiro, por causa do tal do colesterol, coloque pouco sal. O vinho, por causa do colesterol, beba quase tutto e ponha só o restinho que sobrou zunto com a sálvia.

Toucinho entre um pedaço e altro nem pensar, por causa do colesterol, zá disse.

Faça um fogo com pouca lenha ou carvon, por causa do preço.

Aí está o secreto. Por ter pouco fogo, asse o galeto lá embaisso. Ele ficarrá torado por drento. Sem sal. Sirva e aguarde os comentários.


Pra encerá, a receita di trutas à Joelma. A receita é simples também. Os ingredientes son 10 trutas, sal, limon e dois engradados di cerveza. Faça bastante fogo e coloque as cerveza prá zelar. Tempere as trutas com sal e limon e ponha no fogo.

Com o seu parceiro, trate di tomar as cervezas e esqueça as trutas. Quando elas estiverem transformadas em um carvón tente servir. Raspe a parte carbonizada e sirva o que se salvou. Non é molto. Por isso, abra altra cerveza pra aguentar o olhar dos que esperavam a zanta.


Mais histórias no site do
Radicci


*Eu sei que a história é longa, mas vale a pena ler garanto boas risadas*


*Um final de semana cor de rosa a todos*

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Sorte

Eu não torci contra.

Mas eu avisei.

Nem todos podem contar com a sorte.

Ele e eu nunca podemos.

E não somos aquelas pessoas que ficamos reclamando da vida, de que outros tem sorte e nós não. Batalhamos sempre. Dizem que as oportunidades aparecem para quem está preparado, isso é o que chamam de sorte. Não é bem verdade. A nós tudo foi muito batalhado, nada chegou ou chega sem muito esforço.

Quem não conhece aquele malandro que tem sorte? Eu conheço várias pessoas assim.

Eu avisei a ele. Estuda. Não conte com a sorte.

Ele não me ouviu. Não se dedicou. Contou com a sorte, que nunca existiu.

E a sorte não apareceu. Ele não passou.

*E eu que tenho que ficar aguentando o marido reinento dentro de casa (risos). Isso sim é falta de sorte*

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Em geral...

"É um TAPA na cara da sociedade"
José Luiz Datena

Vendo os telejornais da vida:

A vereadora que estava presa foi uma das mais votadas e ainda foi solta: Carminha Jerominho.

Informação na integra: AQUI

O que mais dizer a respeito em modo geral do povo brasileiro?

Eu não sei se me rebelo com a "injusta justiça" ou com "alguns brasileiros".

Depois vem reclamar.
****

*Agradeço a todos os selinhos recebidos e uma vez por mês eu farei a Festa dos Selos onde vou publica-los e distribui-los*

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Quando eu caio...

Por que eu tenho que ser sempre "a forte"?

Por que eu tenho que estar de pé após todos terem caído?

Por que eu não tenho direito de me mostrar frágil?

Quem disse que eu sou uma fortaleza?

Eu só queria ser amparada, chorar sem nenhum motivo aparente e não ter ninguém me perguntando os motivos que me levaram a essa fraqueza e nem quando eu vou levantar novamente.

Eu quero me mostrar frágil quando a situação pede.

Eu quero alguém "forte" perto de mim, que me acolha quando EU cair.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

::Desafio garrafas ao mar::

Há algum tempo o Blog da Nanda Assis: Luz dos Olhos, divulgou um desafio. Como hoje é sexta, um dia propício a descontração... então:



*GARRAFAS AO MAR*





*Desafio*

:: escrevam (em forma de poema ou não) a mensagem que vcs colocariam dentro de uma garrafa e soltariam pelo mundo na esperança de que alguém encontrasse. Pode ser até mesmo um pedido, um apelo, mas algo que vc escreveria de coração. ::

Minha mensagem:

" Nunca soube demostrar meus sentimentos, escrever com o coração, mas fui desafiada a eternizar um pouco de mim dentro de uma garrafa e lança-la a sua própria sorte.

Quem sou eu? Basicamente sou uma mulher como tantas. Minha idade? Nesse exato momento estou com 26 anos, mas eu não sei onde estarei e o que será de mim quando me encontrares.

Hoje eu sou uma sonhadora, idealista. Amo minha vida, mesmo com todas as cicatrizes que ela tem me deixado. Aprendi a dar valor ao que tenho e não fico frustrada com o que não posso ser e o que não posso ter.

Sou uma amante de tudo que tem sentimento, e acredito que sentimento não vem somente do ser humano, animais e plantas também amam..

Assim como esse mar... que está me levando.

Como eu sou uma pessoa curiosa, também gostaria de saber o dia em que serei encontrada, então: www.inspiresonhos.blogspot.com. Outro local em que eternizo minhas palavras. "


****
Moro em uma cidade litorânea e realmente me imagino fazendo isso.
Sintam-se desafiados, quem quiser continuar a jogar as garrafas ao mar, sintam-se a vontade.

****
*Um final de semana cor de rosa a todos*

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Caixinha surpresa

No post anterior fiz uma distribuição justa dos selos que recebi. Acho que o objetivo do selo é esse, presentar os Blogs que estão relacionados ao tema dos selos. No começo eu não os distribuia apenas recebia, por que ainda não tinha entendindo a sua real função que eu achava que era mera decoração de blog. Agora não, já compreendi a intenção do carinho.

Fui fazendo a distribuição, quando lembrei de uma brincadeira que foi feita no final de um cursinho pré-vestibular. O objetivo era ver se a turma se conhecia.

A professora tinha em mãos uma caixinha, não sabiamos o que tinha dentro dela. Ai ele perguntou uma qualidade: "-Quem é a pessoa mais acolhedora?". Todos respondemos a mesma pessoa. Ela entregou a caixinha a essa pessoa. E continuou a perguntar qualidades (ou defeitos) e a caixinha ia passando pra quem correspondia ao que ela dizia.

Quando ela perguntou: "-Quem é a pessoa mais séria?". Todos olhoram pra mim, e a caixinha veio parar comigo. Não me considerava a pessoa mais séria pra mim foi uma surpresa, levando em consideração a idade mental do povo, eles devem ter confundido seriedade com responsabilidade, que apesar de andarem juntas, tem suas diferenças.

E a caixinha terminou com a pessoa que era mais generosa, que abriu e dividiu os bombons que haviam dentro da caixinha com todos.

*Festa dos Selos*

Como diria um amigo meu: "-Vamos por ordem na bagaça!".

Há dias venho ganhando selos (lindos e fofos) e minha conexão não me permite organiza-los, distribuí-los e agradece-los. Hoje eu vou fazer isso..(risos).


Selinho Arte y Pico - Criação site Arte y Pico


O presentinho foi dado a mim pela Carol do ...nO mUnDo Da LuA...

Ele tem algumas regras que deveriam ser seguidas

1) Eleger 5 blogs merecedores deste prêmio por sua criatividade, desenho, material interessante e que contribua à comunidade blogueira, sem importar seu idioma.

2) Cada indicação de prêmio deve apresentar autoria e link de cada blog, para que todos o visitem.

3) Cada premiado deve exibir o prêmio e colocar o nome e link do blog de quem o premiou.

4) Premiado e premiador devem exibir o link da Arte y Pico (está lá em cima!), para que todos saibam a origem deste prêmio.

5) Exibir estas regras.

Repasso aos Blogs

*Youko* Estranha "Garota Perfeita"

*Dora* .Roubando Palavras.

*Ana* Pelos Caminhos da Vida

*Tata* La Petite Poupée

*Vivian* In FocO



Selo Carinho e Amizade


Fui presenteada pela Ana do Pelos Caminhos da Vida


*Repasso*

*Youko* Estranha "Garota Perfeita"

*Dora* .Roubando Palavras.

*Nanda* Luz dos Olhos

*Juliana* Juliana Lira



Selinho "Esse blog fala com o coração"



Fui presenteada pela Carol do ...nO mUnDo Da Lua...


*Repasso*


*Juliana*
Juliana Lira

*Youko* Estranha "Garota Perfeita"

*Ana* Pelos Caminhos da Vida

*Vivian* In FocO

*Girl* Garota sem rumo

*Cris* ...vou nessa



Selinho "Palavras Perfeitas" - Criação Estranha "Garota Perfeita"

*Dora* .Roubando Palavras.

*Tata* La Petite Poupée

*Nanda* Luz dos Olhos

*Carol* ...nO mUnDo Da LuA...

*Ana* Pelos Caminhos da Vida

*Ka* Breakfast at Tiffanys


*** Todos os sites estão linkados e recomendo aos visitantes que se divirtam, tem muito blog bom. Alguns blogs eu gostaria de repassar os selinhos, porém eu vejo que eles não se contaminam com o tal do Selinho (risos)***

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Melancolia

Apesar do sol lindo que faz la fora. Acordei-me triste hoje. É apenas uma tristeza passageira, eu sei. Um dia com gosto de saudade. Quando não se tem o que fazer a gente precisa encontrar problemas para depois sentir o gosto da vitória ao se recuperar. Foi apenas um sonho. Um sonho que eu não esqueci. Um sonho daqueles que doem no peito.

Sonhei com meu pai. Saudade.

Algumas semanas atras, eu estava aqui da mesma forma e me veio o pensamento "Nossa! Faz tempo que eu não sonho com meu pai". Saudades. Afinal somente em sonhos que nos reencontramos.

E depois de meses eu voltei a sonhar com ele.

" Era noite. Um casamento. Rostos não familiares. Época antiga. Estrada de chão. Decoração estilo rococó. Eu vestida com um vestido de cetim rosa, sentada ao lado de um casal lindo e sorridente (pessoas estranhas ao meu conhecimento), deduzo que eram os noivos, pois todos vinham os cumprimentar ali naquela mesa a beira da rua, finamente decorada. Eles eram a atração e eu estava ali e eles me tratavam com muita intimidade, não lembro o que eles me diziam, só lembro o sorriso daquela moça loira de olhos verdes que me tratava com muito carinho, eu me sentia feliz. As pessoas da cidade passavam e ficavam olhando.

Até que enfim um rosto conhecido, um rosto que há mais de 10 anos não vejo. Minha amiga de infância. Ela passa, eu a reconheço, ela em um vestido de época branco, com cabelos enrolados, carregava um sombrinha de renda, ela me olha, passa e volta e vem me dar um longo abraço, diz que estava com saudades e que a gente se via. E saiu. Como se nós não pertencessemos a mesma classe social, ela não era convidada para o casamento.

Até que aquela moça loira, diz a mim que era pra eu atravessar a rua que ela ia pegar a carruagem para jogar o buquê. Eu atravessei cuidando para não sujar meu vestido, e lá encontrei várias moças insandecidas, gritando conforme a carruagem passava, a moça loira jogo o buquê, e uma moça afastada de mim pegou.

Eu sai andando triste. Tentei voltar para o lugar onde estava sentada mas já havia um homem em meu lugar. A moça loira sorriu e acompanhou-me na busca de um novo lugar.

Amanheceu. E nós continuavamos procurando um lugar. Passamos por jardins lindos. Até que entramos em uma sala e para meu espanto era a casa de minha mãe. A moça loira se despediu de mim e minha mãe vem ao meu encontro, quando ela me olha, em seu rosto eu posso ver o espanto dela, quando me diz que não era pra me mover, pois meu falecido pai estava atras de mim, e eu disse a ela que não tinha medo e virei-me, era meu pai. Apenas uma imagem estática.

Comecei a chorar. Dizendo que sentia sua falta e que havia o perdoado. Frases que sempre que eu o encontro em sonhos eu digo a ele. E chorei muito em seu ombro e ele não me disse nada, apenas me fez companhia. Era somente ele e eu na sala da casa de minha mãe que saiu de medo, eu chorando."

Acordei.

Acordei com aquela dor no peito. Com a sensação de alívio. Foi bom. Saudades.

Queria entender cada parte desse sonho. Por isso o descrevi com riquezas de detalhes, pois um dia quem sabe eu o decifre. Por que eu acredito em dois tipos de sonhos. Um que é a manifestação do inconsciente. E em outro tipo, aqueles que são encontro de espiritos.

Já que você não está aqui
O que posso fazer
É cuidar de mim
Quero ser feliz ao menos,
Lembra que o plano
Era ficarmos bem...

*Vento no Litoral - Legião Urbana*

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Diálogo...

A chuva resolveu cair por essas terras.

Diálogo sábado. Marido "tentando" agradar-me. Local: Cama.

Ele: O que você quer comer de especial agora de noite que eu vou buscar...
Eu: Está chovendo, não precisa se incomodar, tem o que comer em casa.
Ele: Ahh mas não tem nada de especial que você queira? Diz pra mim que eu busco..
Eu: Está chovendo, e você com preguiça, no lugar que você vai não tem nada que eu não precise preparar, e eu NÃO to afim de fazer nada.

(depois de algum tempo nessas repetidas frases insistentes)

Ele: Então eu vou na padaria comprar pão, presunto e queijo pra fazer umas torradas.
Eu: Isso é comida especial? Eu como pão todos os dias..
Ele: Eu não falei nada de "comida especial" que eu lembre ..

Resumo: Meu marido ou ele sofre de amnésia ou ele sofre de algum distúrbio que não sabe categorizar o que é "comida especial".

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Andando por ai...

Uma utilidade inútil. Somente para saciar pessoas curiosas.
Nessas minhas andanças por aí, encontrei esse site: Walk Web

Se alguém já conhece, não reparem minha desatualização em acha-lo interessante.

Ele reune em uma só interface os links de qualquer site. Quem vive nesse mundo blogueiro, as vezes tira um tempo para futricar os links de outros blogs, pra ver se encontra algo interessante.

Ele funciona muito bem fazendo essa tarefa. Sua interface é bem intuitiva. É só ir clicando....

Ao entrar na página do link, é só digitar o nome do blog em Walk e dar "enter".

Ele vai entrar no seu blog, vai aparecer um resumo dos seus post, uma mulher com a voz linda falando o nome de seu blog e todos os seus links.. O meu ficou assim:

Então você clica no site de alguém que tem bastante links que você conhece, ou no blog de alguém que você visita pouco e vai caminhando..vai se surpreender....até onde você pode chegar.

Tipo, você entra no links dos links....

É uma forma de conhecer sites novos. Não é como google, que você digita palavras aleatórias. Nesse site você tem que partir de um site específico para ir olhando os links.

É só ir clicando nos pézinhos que ele vai mostrando os sites e seus links. Bom, é só ir mexendo que descobre suas funcionalidades... Coisa para quem não tem o que fazer.. e eu ainda não desobri toda a sua utilidade...


*Um final de semana cor de rosa a todos*

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Bonzinhos.....

Por esses dias andando no blog da Ka - Breakfest at Tiffanys e por lá vi uma lista de personalidades, melhor dizendo homens belos...Ai.. rolando a página quem eu encontro ali?

Dr. House.


Finalmente alguém que compartilha da mesma opinião do que eu. Classifica-lo como um homem atraente...

Ontem eu com minha falta de sono. Quem eu acabo vendo?

Dr. House.

É antes que alguém comente.

É eu sou casada sim. Meu marido sabe da minha pequena admiração por ele. E acha que eu gosto sempre da remela, começando por estar casada com ele e não com Brad Pitt.

Após olha-lo percebi que não é somente a beleza dele que me atrai. É por que ele é "grosso, antipatico,arrogante". Dizem que isso é charme.

Como dizem por ai, mulher não gosta de homem bonzinho.


Será??


Acabei fazendo uma reeleitura de todos os meus relacionamentos. Os bonzinhos comigo não se criaram, por que eu não sou alguém que se pode dar a mão, por que logo já quero o braço.


Praticamente todos se encaixam no perfil House. Começando por meu marido, que quando o conheci era um entojo. Mas era um charme. Como digo a ele agora. Ele virou um banana.

Bonzinhos...alguém liga pra eles?

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Já fui má...

Tem dias que a memória trabalha contra nós. A minha deve estar de mal comigo, afinal o que eu tenho que lembrar eu esqueço e o que eu gostaria de esquecer e até já havia esquecido, ressurgem das cinzas.

Eu assumo. Admito. Já fui uma menina má. Não posso sair por ai me vangloriando de minha auréola. Certos acontecimentos devem ter feito essa lembrança eclodir.

Ao acordar, o rosto daquela "guria" me veio a mente. O que eu fiz para a coitada.. como eu fui um monstro. Praticamente 13, 14 anos se passaram e somente hoje eu descobri que eu já fui muito má.

... Era fim de ano, amigo secreto de turma, eu peguei ela. O nome dela? Elvira. Isso eu ainda lembro. Eu não sabia o que dar a ela. Comprei um kit: sabonete, creme (frescuras para o banho). No dia que foi entregue o presente virou chacota. Em coro a turma: " Elvira não toma banho".

Eu sabia que isso ia acontecer e mesmo assim eu fiz. Eu queria humilha-la. Por que? Aquela pessoinha nunca me fez nada. Nem por um momento eu pensei o por que ela era do jeito que era. Por que suas roupas eram velhas e encardidas. Seu cabelo sempre estava despenteado. E mal batia para o recreio e ela ia correndo para o refeitório.

Nunca me perguntei o por que ela era assim, simplesmente só olhava para o meu mundo, em que ser importante era humilhar alguém que não merecia.

Senti-me tão mal, por lembrar disso e infelizmente não sei por onde ela anda pra pedir desculpas e tentar consertar o que eu fiz.

E quem disse que ela gostaria de meu ouvir?

FIM.


*** SELOS ***


Agradecimento aos selos recebidos pelos amigos blogueiros...



Esse selo foi criado pelo blog Rafeiro Perfumado
Repassado a mim pelo blog Pelos Caminhos da Vida

"Um selo para quem não maltrata cães e gatos".

*Minha cara, não? Cascão agradece, porém ele andou levando umas chineladas apos os últimos acontecimentos.*

Repasso a:



Esse recebi do La Petit Poupée

Repasso a:

Luz dos Olhos
Pelos Caminhos da Vida
No Mundo da Lua




* Caso os amigos já foram presenteados, não tem problema *