terça-feira, 26 de agosto de 2008

Centro Espírita

Ontem senti a necessidade de ir a um lugar que pra mim hoje em dia é o melhor lugar do mundo. Fazia tempo que não ia, desde que voltei a usar a internet, erro.

O Centro Espírita..

Não é um lugar como muita gente imagina, não existe santos, orixas, nem se "baixa espiritos". Não se faz oferendas. Não se dança. Não se grita. Não é o lugar frequentado por quem "faz trabalhos", não é macumba.

É uma sala ampla, bem iluminada, com um cheiro de limpeza e uma música suave de fundo.Com cadeiras brancas dispostas em filas, em que sentamos para assistir as palestras.

É um lugar frequentado por pessoas evoluídas que assim como eu acreditam que nosso corpo possui uma alma independente do corpo, e quando esse corpo cansado dessa vida, ele parte e nossa alma se desprende até retornar em novo corpo uma nova vida, em busca da evolução, de ser melhor do que já foi.

Um lugar onde as pessoas compartilham seus conhecimentos. Onde se tem acesso a qualquer tipo de informação. Onde se repele a ignorância.. e onde o matarealismo não impera.

Um ambiente frequentado por pessoas que amam o próximo. Solidárias. Sorridentes. Calmas.

Um ambiente que me traz muita paz. E geralmente eu cometo o erro de abandoná-lo toda vez que estou bem e rotorno toda vez que me sinto mal e sou acolhida por todos como se nunca os tivesse abandonado.

**Quem tiver oportunidade de conhecer um Centro Espírita não irá se arrepender, procurando sempre um que siga a doutrina de Allan Kardec e seus seguidores**

5 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela visita.

Já fui num centro Alan Kardec, me sinte bem,sou católica,não tenho preconceito algum, acho que as pessoas tem livre arbitrio para escolher o que quizer nessa vida,Deus é um só.

Uma otima tarde pra vc.


beijooo.

Cadinho RoCo disse...

Por ser e ter formação cristã, sinto-me constrangido em abrir comentário limitando-me a dizer que bom mesmo é estarmos bem onde nos sentimos bem.
Cadinho RoCo

Carol disse...

Sou uma católica muito não praticante, e me interesso muito pelo Espiritismo, uma vez que tenho muitos parentes e amigos espíritas.
Uma amiga minha sempre pergunta , quando estou novamente passando por uma das minhas mil crises existencias: " E aí , foi no GEPE? (Grupo Espírita da minha cidade)...e eu acho que fui lá uma vez...mas imagino que os Centros Espíritas devem ser muito tranquilos e cheio de pessoas iluminadas!

Bjão!

Youko Watanabe disse...

Lula..
Me manda por email, sem pressa, acho que quinta estamos indo e não vi vc on line hoje pra falar com vc; devo ficar sem net por um tempinho até instalarem lá.
Terminei o Lua Nova em dois dias.
Não sei, acho que ficaria com o Jacob..
rsrs
Estou confusa em algumas coisas; os mortos querem reviver, e só hj já ouvi duas vezes a mesma frase: 'tudo tem seu preço'

Amanha, aparece pelo msn, ta bem? beijos da Sandy

pirajussaralondon disse...

O importante é você não sumir de um lugar que te faz bem, se você se sente bem, nada mais justo que continuar freqüentando e ajudando as pessoas que assim como você às vezes não estão bem.