quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

"Par de Calças"

"Diz-se em Portugal que cada parte que cobre uma perna é uma calça. Logo, a união dessas duas partes formam um par de calças, ou simplesmente calças." -  Wikipédia

Ontem no final da tarde, estava eu pulando de canal em canal, quando paro naquele programa da Márcia, na Band. Ela disse uma frase muito sabia. (não lembro exatamente a frase).

"As mulheres não respeitam ninguém por um par de calças"

Verdade.

A mulherada aí que ler, pode criticar. É a pura verdade. A mulherada em busca de igualdade de condições com o sexo masculino, se perdeu e não consegue mais fazer o caminho inverso.

Quantos casos cada um de nós pode citar, lembrar:

* A vizinha que largou a família pra fugir com o vizinho.
*Um pai de família que abandona sua casa pela melhor amiga da esposa.
*Uma amiga de escola que rouba um namorado.
*A irmã que tem um caso com o cunhado.
*A filha que cobiça o marido da mãe e a mãe que deseja o namorado da filha.

E muitos outros.

A questão é, a mulher não respeita mais ninguém quando o assunto é homem! O que eu posso dizer sobre isso? Lamento.

Repito as palavras da apresentadora:

"Amiga, sempre se coloque do outro lado, da outra mulher, não pense que o canalha não fará o mesmo com você. Fará. Se o homem precisa ser disputado, não vale a pena.Não tem: tamanho, forma, cor de calças que mereça que você desrespeite outra mulher, por que amanhã é você que poderá estar no lugar dela."

2 comentários:

Vitinhobinho disse...

Bom dia. Adorei o Blog e sua forma de se expressar. Da uma passada no meu blog e comenta la http://vitinhobinho.blogspot.com/

Dora disse...

Lucizinhaaaaaaaaaaaaaaaa!!!
Pois é, o povo anda meio "descompassado" mesmo. Eu já vi muita gente que pensa assim. Uma certa vez, uma amiga minha terminou um namoro por uma das tantas razões que existem para abalar relacionamentos (coisa comum), e qual não foi minha surpresa em ver que uma outra também super amiga dela (aparentemente, pelo menos) "investindo" no rapaz... nem sequer deixou esfriar o canto... rs rs rs
E eu, horrorizada (com tamanha "competitividade") ainda questionei se ela não acharia que poderia magoar a nossa amiga em comum, já que era tão recente (15 dias)... ao que ela me respondeu com uma sonora gargalhada e disse que não. Achou absurdo e nem se abalou... rs rs
Eu fiquei passada na época. E dessa história, Lucizinha, depois te conto algumas outras particularidades... coisas para o msn, sabe?! Masssssssss eles voltaram e a "descolada" depois ficou toda aborrecida...KKKKKKK... ADOREI a cara dela depois!!!
Um cheiro bem grande.