segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Parecido com capacete, mas não é...

A mais ou menos um mês atras fui comunicada pela professora da Lígia que ela andava a dizer "palavras feias" e uma delas era "cacete" (ela só tem 1 ano e 7 meses, mas já fala bem declarado as palavras que consegue repetir, já memoriza a maioria, agora começou a formar pequenas frases).
 
 Cheguei em casa e falei com Saponildo que ele deveria ter mais cuidado com o que falava, principalmente quando está dirigindo, por que ela é não é mais uma esponjinha que só absorve, agora ela memoriza e depois fica repetindo e não sabe o significado do que fala. Ele ofendeu-se, disse que eu coloco tudo a culpa nele e que ele não tem o hábito de dizer "cacete"e jurou de pé junto que isso ela não aprendeu com ele, pois bem, eu sei que ele fala, só precisava aparecer uma oportunidade que ele se descuidasse.
 
Agora a noite na mesa....
 
Saponildo derrama café..
 
"- Cacete! Filho da p...!
 
Olho com desaprovação e aceno pra ele apontando a Lígia, ela com aquele sorrisinho sapeca achando a maior graça.
 
E eu não podia perder a oportunidade..
 
"Então você afirma que não foi contigo que ela aprende essas coisas!?"
 
Como sempre, ele acha uma saída...
 
"Lígia, cacete é parecido com capacete, mas não é a mesma coisa, ok?"
 
Fui obrigada a rir...

Um comentário:

Asas Negras disse...

Puts. Até eu conseguia inventar uma saída mais elegante ou pelo menos uma desculpa menos esfarrapada.