sábado, 19 de dezembro de 2009

Um pouco de revolta...

Hoje pela manhã acordo com o chorinho de um cachorro novo, até pensei que fosse do vizinho. Mais tarde eu confirmo meu medo, era um cachorrinho abandonado. E eu?

Ligo para a Ong da minha cidade, para ver o que eles podem fazer! Essa mesma a qual tem o link aqui do lado, bem lindão e grande, a qual eu sempre divulgo aqui.

O que eu escuto?

*Coloca uma plaquinha de doa-se!
*Ahhh se não aparecer ninguém segunda tu liga de novo.

Hã???

É isso. O que eu faço? Fico aqui chorando, por que meu coração dói com tanta coisa ruim! Eu não posso ajudar, eu não posso ficar com ele, eu moro de aluguel,e a maioria dos lugares aqui não aceitam animais!

Que mundo mais idiota, infernal e nojento!

Ahhh..

A Ong quando é pra me mandar email pra fazer campanha, pedir dinheiro e eu divulgar com o maior respeito ai a população serve pra alguma coisa!

Mundo de gente má!

5 comentários:

Lay disse...

Ai Lucí, tbm fico com o coração na mãe nessa hora sabia??

Pow, vc esfregou a parte de que quando é pra divugar e pedir dinheiro eles sabem muito bem o que fazer, mas que quando é pra fazer o trabalho ao qual eles se "propõem" eles não fazem nada??

Sinceramente, sou meio cabreira com esse negócio de ONG's, sei que muitas que são sérias (pode até ser o caso dessa) mas acho mesmoq ue a grande maioria se aproveita da bom vontade das pessoas...

Uma pena que você não possa ficar com o cachorrinho...

Um beijo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Assino embaixo.

Bom fim de semana.

beijooo.

KA disse...

Lucy,
O que acontece é que existem tantos, mas tantos animais abandonados, que a ong não consegue dar conta de todos. Não tem como. Então, o mais recomnedável mesmo é tentar arrumar um lar para eles e só em último caso apelar para a ong porque eles geralmente focam-se nos casos de mal tratos, que já são inúmeros.
Eu acabei de adotar mais uma aqui...(agora são 4 aqui em casa) foi um caso de abandono de mãe com filhotes deixados na igreja. Reunimos as pessoas que gostavam de animais e fizemos a doaçao dos filhotes por uma loja de rações, pois várias delas cedem o espaço para isto. Aí sobrou a mãe e acabei ficando com ela.
Acho que não podemos deixar todo o trabalho para as ongs, é preciso uma união das pessoas que gostam para dar lar temporários e tentar adoção. É trabalho de formiguinha e cada um pode fazer uma grande diferença.
Bjs

Rah disse...

Nem me fale, morro de dó quando vejo um cachorrinho abandonado. =/
Beijos, Luci! :D

Ana Lu disse...

Ahh Lucy, eu ia chorar tbm
=P
Mas pelo menos ainda tem gente como você, que faz sempre sua parte
=]
Beijoss