sexta-feira, 29 de outubro de 2010

quietinha?

Minha falta ou sobra de concentração é um grande problema para mim. Ou eu tenho pouca ou quase nenhuma ou eu entro em um estado de "hipnose".

Geralmente quando eu preciso ler algo (que nao goste, mas sou obrigada) tudo me incomoda, é o barulho, é o vento na cortina, é claridade que é pouca ou demais, o conforto do lugar.

O contrário acontece quando estou fazendo alguma atividade que eu goste muito, algum assunto interessante no computador por exemplo, algum livro que está me envolvendo, eu simplesmente não consigo desviar a minha atenção, é como se eu me perdesse, geralmente eu escuto tudo a minha volta, mas nada me incomoda e quando estou nesses momentos, quem convive comigo sabe que não adianta falar comigo, por que eu não vou responder, e tem gente que anda se aproveitando dessa particularidade minha.

Ontem a noite após a janta, fui terminar uns desenhos que estavam inacabados e apesar de ser uma atividade obrigatória a se fazer, eu sinto muito prazer em ilustrar, reuni o material e comecei, estava me deliciando com o resultado e entrei no estado hipnotico.

Saponildo se aproxima da mesa, puxa a cadeira e começa a falar, falar....falar..falar... e eu ouvindo, mas por mais que eu queira é mais forte do que eu, eu nao consigo falar, é como se eu ficasse muda.

Ai ele começa, olha.. esse final de semana eu vou trabalhar e etc.. e tals... e eu ouvindo.

Ele sai, vai pro quarto ver tv.

Depois de quase meia hora eu termino o que estava fazendo e grito:

"-Eu não quero que você trabalhe esse final de semana!".

Ele da um pulo da cama e sai todo abobalhado... "mas vc concordou!".

Eu:

"Não querido! Não é por que eu estou quietinha que eu estou concordando!

No fim, isso ainda deu boas risadas e virou o bordão da vez!

4 comentários:

Letícia G. Cruz disse...

E ainda existe uma frase cretina que diz " Quem cala consente".
E eu digo, "nem sempre".
Bjs Bom FDS.

Ana Lu disse...

Hahaha, foi ótima essa. Imaginei ele levantando da cama e dizendo que você concordou!
Beijos

Dora disse...

Aham, Lucizinha... assim fica difícil deciftar, hein?!
Some não, viu?!
Cheiro grande.

luka.san disse...

heheheh boa essa.