sábado, 25 de setembro de 2010

"Todo amor que deu errado tornou meu mundo negro"


Todas as imagens foram lavadas em preto, tatuando tudo
Todo amor que deu errado tornou meu mundo negro
Tatuou tudo o que vejo, tudo o que sou, tudo que serei,

Eu sei que um dia você terá uma vida maravilhosa, eu sei que você será uma estrela
No céu de um outro alguém, mas por quê? Por quê? por quê?
Não pode ser, não pode ser o meu (céu)?


Black - Pearl Jam


Uma coisa que me deixa desconfortável em ter um blog, é a curiosidade que provoca nas pessoas, sobre quem sou, sobre minha vida. Tem pessoas que me conhecem somente através daqui e se acham no direito de criticar atitudes que eu nunca deixei claras aqui explicitamente.

Aqui é o meu canto. São meus sentimentos. Não importa se as pessoas entendem ou não o que eu escrevo. Eu sei pra quem e por que eu escrevo. Eu tenho certeza que daqui há 10 anos eu vou reler o que escrevi e saberei o por que eu escrevi, ou pra quem.

Aqui eu guardo recordações, lembranças, coisas que talvez só faça sentido pra mim e se aqui alguém busca algo real e tocavel não é aqui que encontrará, não me confunda com revistas de fofoca, não vou escancarar minha vida só por que alguns tem curiosidade. Antes de escrever pro mundo, eu escrevo pra mim, pra eternizar o meu pensamento.

Isso é tudo.

*Um ótimo final de semana*

Nenhum comentário: