segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Outro sonho sobre nós...

O sonho a seguir não aconteceu hoje, nem ontem, aconteceu a alguns anos. Por que nunca esqueci? Por que ele me apareceu tão real que eu acordei e conseguia lembrar de tudo com uma riqueza de detalhes, além do aperto no peito, talvez o mais significante de todos.

Agora entendo o significado. Eu nem sei como descrever tudo. O lugar parecia com aqueles que aparecem em filmes que retratam a roma antiga. Era aberto, alto, cheio de colunas de pedras. Havia muito vento.
 
Ele e eu corriamos de mãos dadas entre aquelas colunas. Fugiamos. Entre trocas de beijos e a procuras de novos lugares, corriamos. Até que ele se despediu, ele precisava ir, segundo ele: "Eles iam nos matar, se nos encontrassem juntos ali." Implorei pra que ele ficasse. Ele foi e eu fiquei ali parada, sentindo uma dor enorme.
 
Ele correu.
 
Pouco tempo depois passou por mim soldados. Andei em direção oposta e entrei entre umas colunas, ali havia um jardim tão lindo, com uma piscina natural de uma água limpida, tinha muitas flores e uma mulher sentada em uma pedra. Mergulhei chorando, quando saio da água a mulher disse-me que eu deveria ser forte e aceitar o que acontecia e que devia ir me despedir.
 
Lembro de entrar em um lugar que identifiquei como uma igreja, estava cheia de gente, sentei no último banco. Era um casamento. Eu sabia que era o dele. Não via a mulher, via ele com o olhar triste, perdido. Ao sairem da igreja, eles passaram pelo meu banco, nos olhamos e eles seguiram escoltados pelos mesmo soldados.
 
Acordei.
 
"Eu sabia desde o inicio que tudo me lembrava sinais romanos, roupas, local. Nunca me interessei em pesquisar nada sobre o assunto, mas agora depois de tantos anos e uma conversa sobre vidas passadas me fez refletir sobre tanta coisa e lembrar desse sonho e fui pesquisar alguma imagem sobre roupas romanas, pra me certificar se as roupa vestidas por nós e pelos soldados eram mesmo romanas e pra minha surpresa encontrei essas imagens justamente em um site do Instituto André Luiz (AQUI)"

Nenhum comentário: