segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Agradecida.

Não sei enumerar os dias que o sonho passou-se. Acordo e lembro de tudo com muita nitidez, era uma voz que ao mesmo tempo que escrevia e lia para mim o que escrevia. Não tinha rosto. Apenas uma voz que me dizia que era para dar o seguinte recado:

"Estou bem. Estou feliz".

Insistia eu em saber para quem era o recado, mas como nada conseguia como resposta, passei a insistir em quem era a pessoa.

A voz, escreveu e leu seu nome.

"R."

Lembro das palavras escritas. Lembro da assinatura em giz em um quadro negro.

Dias e mais dias se passaram.

Conversando com uma colega de trabalho e ela me dizendo como suas perdas familiares tinham a afetado, a mesma que a algum tempo havia me perguntado se eu não conhecia nenhum centro que psicografasse mensagens, pois ela gostaria muito de receber uma mensagem do seu irmão.

Naquele instante me veio o clique em perguntar o nome do seu irmão.

E ela me disse:

"R."

Empalideci, enfraqueci e quase desmaiei. Ela me vendo daquele jeito me perguntou o que houve e eu contei.

Ela em lágrimas.. Disse que acreditava em mim.

Eu não teria motivos para mentir e fiquei feliz em ser a portadora, transmissora e a merecedora e principalmente a escolhida para levar esse conforto a ela.

Obrigada a meus espiritos protetores que sempre me acompanham.

Nenhum comentário: