sexta-feira, 20 de abril de 2012

O Plano

(...)

Mudaram a casinha aqui. Tudo diferente.

Os textos já são ruins, e se saírem mal formatados então... é o fim da várzea.

Agora, quase 19hs... a noite já caiu em Porto Alegre. O vidro da janela permite ver a avenida cheia de carros, também dá para ouvir buzinas. O povo querendo ir embora.

Hoje... justamente hoje, eu posso sair mais tarde. "Ganhei" a vaga de estacionamento do diretor que saiu. Lugarzinho privilegiado, direto do elevador para o carro. Se eu ganhar algumas coisas, dele, além da vaga, acho que posso prometer que atravesso o Guaíba a nado.

Foi uma boa semana. Vi gente que há tempos não via, tive incomodações além da conta - todas resolvidas-, e senti saudade da Lucí.

Aliás, Lucí, cadê você sua linda? (querem apostar que vem uma respostinha cretina?)

Dias atrás vi um filme onde O Cabeça administrava os planos (vidas) das pessoas. E teve um lá que teimou em sair do plano original, e isso o fez alterar os planos de todos com quem teve contato; afinal, mudou o roteiro. Filme bem bonzinho.

Não foi no hotel, nem no aeroporto, nem no escritório, nem na faculdade. Mas eu a vi. Por uma total coincidência do destino. Era seu aniversário. Em um lugar simples, uma família alegre, feliz. Todos comemorando. Ela, como sempre; porém com uma diferença: o olhar. Não tinha brilho. Nenhum. O ****** estava lá do lado, feito uma estátua, que não fede nem cheira.

Pensei ser coisa minha, de observador, mas quando a criatura cortou o bolo (e o primeiro pedaço??) e deu o primeiro pedaço para a tia dar para alguém... eu tive que atender o telefone que tava tocando (:

As vezes tenho certeza de que eu escolhi todos os caminhos que percorri até hoje, mas às vezes também penso que O Cabeça pode nos traçar rotas (e nos fazer pensar que nós as escolhemos).

Penso, penso, penso, e desisto. Afinal de contas "nossas escolhas tem 50% de chance de dar certo, é assim pra todo mundo".

Por hoje é só.

Bjo a todos.

Lucí, apareça mais. Sentimos falta da sua ranzinzice

(...)

3 comentários:

Lucí disse...

Um cretino só merece respostas cretinas e para bom entendedor meias palavras é um texto.

Pietro disse...

Xi... violência gratuita? Ciumenta.

Anônimo disse...

Tudo depende da maneira que você quer enxergar as coisas, cabeção...