terça-feira, 2 de agosto de 2011

São Jorge

Nem bem eu havia aprendido ler e escrever, minha mãe me deu uma Oração para copiar. Segundo ela, eu deveria le-la todas as noites antes de dormir e carregar sempre uma cópia comigo.

Eu fazia. Até meus 9 anos, quando fiquei descrente.

Era a Oração de São Jorge. Ontem a noite lembrei dela, e sinto que preciso buscar em algum lugar e acreditar em alguma coisa, por que as vezes a vida nos trapaceia tão feio que nos faz questionar a "bondade" das pessoas.

Lembrei exatamente do trecho, não lembrava ela toda, mas de certa forma me deu conforto.

"...Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me exerguem e nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.

Armas de fogo o meu corpo não o alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem."

Talvez minha mãe estivesse certa.

Nenhum comentário: