quarta-feira, 4 de março de 2015

Falta de.. sobra de...[assunto]

O mesmo tempo que me falta é o mesmo tempo que me sobra. Março já entrou ano a dentro. Bateu na porta cheio de sorrisos. É mês de comemorações dos dois piscianos que completam minha vida, os mesmos que me acalmam e que me estressam!
 
Os dias andam mais calmos. Ando a ler muito. Algum tempo, porem não sei uma palavra para descrever o que anda a se passar, seria uma letargia? Ando sem vontade pra nada. Pra nada mesmo.  Já cogitei a ideia de comprar pó de guaraná pra ver se da um up na pessoa aqui! Minha experiência diz que não me adianta, que preciso mesmo é de renovar minhas energias.
 
Então...
 
É serviço de dentro pra fora. Por fora está tudo ok. O mínimo está em dia, sobrancelhas e unhas. Então a bagunça é interna, é uma sensação de energia esgotada, preciso algo pra dar uma sacudida.. tirar essa energia negra que me cerca, não é tristeza, é desanimo mesmo.
 
O trabalho esta aceitável, como todo inicio de ano. Depois piora, ainda estou a me adaptar a algumas regras internas novas, como não poder usar o celular e também a me acostumar com a minha mais nova superiora que esta me deixando em estado de nervo abalado, as vezes pela total desorganização dela.
 
Eu abstraio. Eu sobrevivo.
 
Como diz a Lígia.. "minha vida, não precisa chorar".
 
Bom meio de semana!

Nenhum comentário: