domingo, 29 de março de 2015

...

Na minha busca pela paz eu sinto que mais me afasto dela. No momento é o que eu mais desejo. Ficar em paz, mas me sinto atormentada por dentro.
 
Queria mesmo é ficar sozinha pra ver se ela chega mais perto. Eu tento me aproximar, tento me acomodar, mas por mais que eu faça eu ainda sinto essa aflição.
 
Desisti de muita coisa, de muito trabalho, de pessoas. Desisti por estar cansada, cansada de sonhos, cansada de me desgastar, cansada de me cobrar demais. Apenas cansada.
 
Eu me sinto assim, cansada de tudo e de todos.
 
Ninguém sabe. Ninguém percebe. Eu não me permito deixar as pessoas verem as minhas fraquezas.
 
Meu corpo paga por minha alma dolorida. São dores de estomago incontáveis, dores de cabeça insuportáveis e noites de insônia a me instigar.
 
Acho que já fiz o que estava ao meu alcance ou ao menos tento fazer. Não sou tão forte como pensam. Eu sou fraca e me deixo contaminar pela energia negativa a minha volta. Eu absorvo e vou me esgotando.
 
É por isso que busco a paz. A paz perdida. As noites de sono. O calor do coração.
 
Infelizmente eu não confio em mais ninguém.
 
Eu me sinto sozinha, por isso escrevo. É minha forma de explodir emocionalmente.
 
Alguns usam drogas, outros álcool eu apenas escrevo ao vento. Escrever é minha ultima tentativa de acalmar minha alma, antes eu silencio.. dias e dias ando quieta pelos cantos. Ninguém percebe.
 
Não. Apenas uma pessoa percebe. A você que nota minha ausência, obrigada.
 
O corpo precisa de repouso. Eu tento, eu reviro pela cama. O corpo dói por que esta cansado, deseja relaxar, mas eu não consegui dormir.
 
Leio acima da minha media a procura do sono. Ele não vem, eu desisto, por que assim como o corpo cansa, meus olhos doem, ressecam por que desejam fechar. Eu os fecho por um tempo pra ver se o sono vem. Não vem. Não vem.
 
Acho que infelizmente chegou a hora de procurar um medico.
 
Medico da alma.

Um comentário:

Anônimo disse...

Procure você e cuide de você. Não como os outros acham que deve ser, mas como a sua alma e não seu ego realmente deseja. É assim que a paz chega. É simples, embora não seja fácil.