quarta-feira, 19 de novembro de 2014

*...das coisas que só acontecem comigo*

Em exatamente 1 mes, passei por 4 assaltos o que dá uma média de um por semana, segundo as regras basicas da matematica e foi bem isso o que aconteceu...

Alguém que le por aqui pode achar.. "nossa e ela comenta isso com uma frieza". Eu devo ter algum problema, eu não sinto medo, eu não sinto desespero, eu não sinto nada.
 
1ª Situação - Estava uma colega e eu no final do expediente no supermercado ao lado de onde trabalhamos, quando chegamos no caixa, o supermercado estava sendo assaltado, por um moleque que no máximo tinha 16 anos, magrelo, franzino, mas tinha uma arma na mão. Ele roubou todo o dinheiro do caixa e TODO o pagamento da minha colega, pq ela tinha ido ao banco sacar e ele viu o dinheiro dela na carteira. Ele apontou pra mim e eu exibi meu cartão alimentação, ele fugiu de bicicleta. Pensei comigo, "nem o fdp de um ladrão mequetrefe quer meu cartão alimentação!"
 
2ª Situação - Estava Saponildo e eu no final do dia, passando no caixa de um supermercado próximo a nossa casa. Quando entra outro moleque magricela com um canivete e parte pra cima da caixa, pede dinheiro, celular, ela começa a chorar. Ele nao percebeu que o dono sempre fica meio que escondido em um escritório proximo a saída, e fechou a porta. Quando o meliante ia fugir o dono, grita pra Saponildo segura-lo (Saponildo que nem gosta de uma briga, segurou) e la veio açougueiro, verdureiro... repositor e ele levou uns tapas ali mesmo, chamaram a policia, mas o pia era de menor, reza a lenda que o largaram na proxima esquina.
 
3ª Situação - Nesse mesmo mercado, essa vez eu estava sozinha, entrou um sujeito armado (esse parecia mais profissional), colocou a arma na cabeça da caixa, levou todo o dinheiro e fugiu em um carro preto. E eu vi tudo comprando carne no açougue. A caixa está ate hoje afastada, pq está traumatizada.
 
4ª Situação - Hoje, mal acabei de entrar na fármacia, proxima a minha casa, e em seguida entra um sujeito armado, limpa o caixa e olha pra mim e pede o meu dinheiro, eu com um pacote de fralda em uma mao e na outra um pacote de lenço, ate eu ia largar pra pegar o dinheiro no bolso, mas ele se padeceu da minha pessoa.."a moça deve ter filho, deixa pra la".. e saiu fugindo em uma moto.
 
E a unica coisa que eu penso.. "Pqp! De novo!?"

Nenhum comentário: