terça-feira, 21 de janeiro de 2014

A fruta não cai longe do pé

Já me disseram que eu vou pagar todos os meus pecados cometidos e pensados, quando observam as sapequices de minha filha, do jeito simpatico de ser e como dizem por aí que ela vai dar nó até em pingo de água. (pelas reclamações da escola: puxar o cabelo do amiguinho, dar o tapa esconder a mão, disfarçada).
 
Pra mim tudo normal e aceitavel, vindo de uma criança feliz e sadia. Com a chegada das férias até achei que era um pouco de exagero, imagina se ela era tudo isso. Pois bem, era bem pior do que me contavam.
 
Ela é virada! E quando saío com ela piora, ela já entra no supermercado gritando (gritos de felicidade) e ali ela se transforma (continuando a saga das minhas idas ao mercado). Pula dentro do bebe conforto do mercado, só eu sei o que Saponildo passa com ela. Um dia desses ele inventou de comprar duas bolinhas que vendem naquelas maquininhas de por moedas. Pra que... pior coisa que ele podia ter inventado, ela decidiu joga-las.
 
Nesse sábado, em meio as compras, passa um casal com uma menina, com 10 meses também, pois fiz questão de perguntar, a menina nem se mechia dentro daquele carrinho, bem quietinha comportada, enquanto a minha dava pulos e chamava a atenção de todos e até gente estranha pedia pra dar um cheiro nela.
 
A noite, jantando.. conversando com Saponildo sobre o que anda acontecendo, que isso não pode ser normal, ela ser assim tão ativa, comentei sobre o casal, ele me olha e diz que ela é uma criança saudavel que eu não tenho com o que me preocupar.
 
Um longo silencio e eu pensando com meus botões. A resposta era obvia, era só olhar para o casal com a filha deles, todo delicadinhos, falando baixinho, e olhar pra nós dois, como é que nós podiamos ter uma criança calma e tranquila? Não...
 
 Ele mesmo diz que eu sou capeta de saia, mas ainda é cedo, e que a ventania se acalme.

Um comentário:

Youko Watanabe disse...

O que são esses dois dentinhos?!!! Coisa mais linda sua filha Lucí!E que bom que é toda serelepe, não é mesmo?! Quem sabe mais pra frente se aquiete um pouco.. beijos