terça-feira, 6 de julho de 2010

No ônibus

Devido marido estar trabalhando em outra cidade, virei frequentadora assídua do transporte coletivo, ao menos pra ir trabalhar.

Sempre gostei de andar de ônibus, gosto por que é uma maneira de se observar vários tipos da espécie humana, ali todos reunidos e concentrados, falando um monte de abobrinhas achando que ninguém está prestando atenção. Enganam-se, sempre tem alguém ouvindo.

Dia desses, ônibus passa pela parada daquela faculdade em que um dia eu também frequentei, ali sempre sobem vários jovens, nota-se que nessa época do ano ainda meio perdidos, vindos de outras cidades.

Sentam-se duas dessas moças, no bando atras de mim. Inevitavelmente a conversa agradou aos meus ouvidos, pena que ninguém pediu a minha opinião.

Uma delas conta a outra que estava namorando e o "cara" morando junto com ela no apartamento, e os pais dela não sabiam e etc. A outra começa a fazer perguntas. Em resumo a menina tinha 20 anos o "cara" tinha 34, eles se conheceram pela internet faz 3 meses, e ele veio de SP para conhece-la e já mora no apartamento, que os pais dela pagam (com certeza os restos das despesas também). O "cara" diz ela que está procurando emprego.

Vem cá. Em que mundo que essa menina vive? que não se ligou que o cara é chave de cadeia? Tipo, que homem aos 34 anos, já não está encaminhado na vida, que sairia da sua cidade e não voltaria mais, e que está 3 meses procurando emprego?

Ai a outra menina pergunta se ela quer casar? Ela dá uma resposta madura, mas como eu estou acostumada a dizer uma frase do Cazuza resume tudo "tuas idéias não correspondem aos fatos". Ela diz que não, por que só quer casar quando terminar a faculdade, por que não quer ficar dependendo dos pais.

Hãaa?

Minha boquinha coçava pra dizer "acorda menina".

mas...

Elas desceram na mesma parada que eu, e tem coisas assim que a gente pensa que não existe.

♥ Não sei o que acontece, o blogger apagou meus comentários do último post antes mesmo de eu aceita-los. =\

2 comentários:

Orlando Schlappkolh disse...

Nossa existem pessoas assim ainda? nossa que raro isso =X

rsrs

Mande ela acordar pra vida :O


A o Blogger é louco mesmo ''/

Mas também pode ser pelo fato de ter ficado muito tempo em moderação não?

Beijos

Ana Lu disse...

Eii
=]
Eu tbm comecei a andar de ônibus esse ano, e as vezes fico assim tbm, ouvindo a conversa alheia, hauuhauha, as vezes morro de vontade dar pitaco tbm!
E realmente, q menina tonta o.O
Bjoss