segunda-feira, 19 de julho de 2010

...

Fiz o que me pediu. Demorei eu sei, mas as coisas comigo nunca funcionaram como você quer.

Eu sabia que você ia pedir isso, penso que palavras podem ser apagadas, mas não se pode esquecer que elas foram sentidas, mesmo que em um momento de raiva.

A demora?
Birra.

Um preço pequeno a se pagar pelos teus momentos de impulsos.
Eu pude arrumar o que você errou e se arrependeu.

E você?
Será que poderia reparar o que você ajudou a estragar?

O passado não volta mais. Só isso!

Sempre as palavras, o carinho que tenho por ti está acima do que eu considero tuas burrices, e nós sabemos que o mundo dá voltas e sempre volta para o mesmo lugar.

Um comentário:

*** Cris *** disse...

Oiiiiiii!!!
Saudades!
Amei sua foto, feliz dia do amigo!