terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Isolamento

Eu passo por momentos assim em minha vida! Eu não sei por que eu tenho essas vontades loucas de ficar no vazio. Não ouvir. Não ver. Não falar.Não sentir.

Não é tpm. São fases. Eu não sei o que ativa essa vontade de não fazer nada. O que engatilha toda essa fraqueza. Longe de ser uma tristeza ou infelicidade. É apenas uma vontade de buscar a mim mesma.

Parece que as vezes eu me perco e só consigo me achar quando fico isolada de tudo. O grande problema está ai.

Mesmo isolada eu continuo com essa inquietação interna. Hoje de manhã cedo, apos refletir muito sobre o assunto, eu descobri o por que mesmo sozinha eu fico inquieta.

Simples.

Eu não posso fugir de mim mesma!

17 comentários:

Diogo Caceres disse...

Oi Luci!!
Uma vez li que podemos ate viver sem muitos, mas jamais inimizados conosco mesmo!!
Por isso que temos q procurar um tempo p/ nós, onde a gente consegue ver todo o nosso panorama intimo. Mesmo que no inicio pareça um turbilhão de pensamentos e sentimentos, é como a tempestade que apos passar vem a bonança!! Acredito muito nisso...
Amiga, Deus esteja sempre contigo a iluminar seus pensamentos e sentimentos.. abração!!!!

Iúna disse...

tb tenho tido esses momentos de instrospecção, o problema é que as vezes dói

Nanda Assis disse...

de um momento vc fez um lindo texto, de realidades e sentimentos.
adorei. e espero que se sinta melhor, se encontrando.

bjosss...

Juliana disse...

Eu dificilmente sinto vontade de ficar soziha, ainda mais quando tenho um problema, eu sito vontade de ficar falando daquilo, conversando, mas nunca ficar sozinha, parece que se eu guardar as coisas dentro de mim eu explodo! Minha mãe sempre dizia que se falamos o problema ele diminui, mas quando o problema é com a gente mesmo, fica mais dificil de resolver falando.
E realmente fugir se si mesmo é impossivel, nesses casos eu durmo, quando nãod a pra falar e a sensação é ruim , eu consigo dormir horas e horas, acordar e dormir de novo! rs

Déia Arakaki disse...

Oi Amadaaaa.. puxa eu tambem sou assim você .
Essas fases me pegão sempre , minha mae costuma dizer que sou de "lua", mais são momentos em que preciso ficar pensando, refletindo que presico de silêncio !!
Como você mesma disse : Se estamos nesse "Isolamento" e a inquietude continua , a conclusão mais certa é que o que esta errado e o que nos traz inquietude somos nos mesmas.
Claro que há fases que são fatores externos também , mais se essa sua "Fase" é de algo em você mesma querida, algo em você mesma que esta te deixando inquieta procure ver o que pode ser mudado para que voce encontre sua paz interior.
Geralmente minhas "fases" não durao mais que no maximo dois dias rs.
Fico no silêncio , e depois saio dele fazendo muito barulho kkkkk.

Beijos Querida

*Lusinha* disse...

Exatamente Lu. Não adianta fugir para outro lugar se o que nos incomoda está dentro da gente e o levaremos para qualquer lugar que formos.
Bjitos!

Viviane Moraes disse...

È tantas coisas, que acontece nas nossas vidas, que até perdemos o controle da situação. Que precisamos nos encontrar, pensar no que está fazendo, o que quero para minha vida.

Isso é terrivel.
Isso qundo não é crise de personalidade.rsrs

Izzie disse...

Lucízilda.. olha, espero que depois do recolhimento, as suas asinhas sejam trocadas, que vc venha muito mais forte viu borbolucí.. =)

beeeijos..

KA disse...

Lucy,
Acho que todo mundo tem esses momentos. Ao menos, quem pensa, analisa e enxerga a vida como ela é e não apenas vive por viver...
Só precisa saber voltar do recolhimento em algum momento. Se estiver complicado, procure ajuda.
Fica bem!
Bjs

Lira... disse...

Oxi Luci, sei como vc se sente, pOis estou assim tbm =/...

Se ficamos muito tempo ausente da vida, a vemos passar num piscar de olhos. Passar e nem aproveitamos cada instante. Saudades, sempre sentiremos. Mas não se pode ficar parado, vendo tudo se transformar numa coisa constante. Nossas vontades, nossos sonhos. Isso tudo não acabou num exato instante que nossas vidas foram mudadas. Eles continuam ali, intactos. Então faça a sua vida valer a pena. Sozinha ou acompanhada. Diversão não é só sair por aí beijando na boca e fazendo outras coisas do gênero. Diversão é poder contar com seus verdadeiros amigos, é dar altas gargalhadas, é sonhar novamente.
Olhe pra frente! Erga a cabeça. E não deixe pequenas mudanças acabar com o seu trajeto. O que for pra ser, será. Pense nisso.


bjOs da menina de trapOs.

=***

Luciana disse...

É,a vida é assim mesmo!Isso tbm acontece comigo!
Tem Meme pra vc lá no Blog!
Xerop

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Luci.

Entendo muito bem isso que postou. Primeiro que minha namorada tem essa fase de "isolamento". Hehehe! E também gosto de ficar sozinho as vezes.

Acho que é na escuridão e no silêncio, que conseguimos as respostas que procuramos.

É um momento de auto-conhecimento, as vezes é bom sim. Faz parte do processo.

Beijos.

Diego! disse...

Talvez exista alguma meditação indiano, ou tailandesa, que permita tal feito.
Vai saber né!


Até...

Sammyra Santana disse...

Luci querida... vc tem fases como a lua, fase de viver escondida e fase de ir pra rua! hahahahahaha
Valeu por preservar meu endereço, vai que algum doido quer me sequestrar... e se ferra, pq sou lisa! kkkkkkkkkkkkkkkk
Eiei, o postal pode ser do jeito q vc achar melhor! Faço coleção de postais sejam eles como forem. se for personalizado então, que massa! Vou adorar!
Beijo, amada!

Pelos caminhos da vida. disse...

Tens dias que tb estou assim,acho que ísso é dos aquarianos.

Bom dia Luci.

beijooo.

Dora disse...

Claro que percebi as mudanças de codinomes. De fato, muito me alegra, ser a simples e comum D. Baratinha (e cheirosa ainda por cima, isso não se encontra em qualquer lugar)... (rs rs rs)
Pois é, Lucizinha, demoro a falar sobre mim, não gosto muito. Talvez porque não ache que seja interessante para vocês... (rs rs rs) e longe de mim querer deixá-los enfadados comigo...mas pode perguntar que eu digo.
E sobre o post... eu sinto necessidade de me isolar sim, muitas vezes. Aliás, acho que vivo meio que isolada num certo sentido, mas é como você disse, a gente nunca "se deixa" em paz, não é?! Por isso precisamos aprender a aceitar cada coisinha irritante que a gente tem. Não tem escapatória...
Um cheiro bem grande, florzinha!
Da d. Dora Baratinha :D

D.Ramírez disse...

Vejo como maturidade e nao fuga. Tenho momentos assim, meio ermitão..procuramos aquilo que no fundo temos, mas precisamos desse momento para lembrar. E depois sair pra fazer...nada de anormal..rs
Mas independente doque seja, a forma que escreveu foi única. Muito bom;)
Besos