sábado, 26 de setembro de 2015

...Bateu de frente...

Fez quase um mês em que ela chamou todos os funcionários para a reunião e foi perguntando de um por um quem ia trabalhar no dia da festa. Chegando na minha vez, disse que não ia trabalhar no dia, pois não queria ir como funcionária e sim como família, pois minha filha estuda no mesmo local que eu trabalho e eu queria participar da festa e não ficar trabalhando, mas não disse tudo isso a ela, não era preciso ela sabe disso, disse não e que ia apenas como família.
 
Aquela mulher arregala os olhos de um tanto, parecia que ela ia me devorar inteirinha, da cabeça aos pés. Eu vi ela digerindo o sapo que estava entalado na boca, mas ela sabe que em relação a isso ela não poderia fazer nada, o jeito era engolir em seco e pronto. Ela não pode obrigar ninguém trabalhar em um evento fora do horário.
 
A questão não era essa, ela não gosta de ser peitada. E eu peito com o maior prazer da vida, só pra ver ela ter que me engolir. Medo? De mulher e nem de homem! O que ela é a mais do que eu? Nada, ela só está no cargo máximo, mas do jeito que andam as coisas, ela tem que pisar miudinho, por que se ela cair eu piso em cima e ainda dou uma piscadinha pra ela.
 
Depois de quase um mês do ocorrido. Ontem ao me perguntarem se eu ia na festa, soube por uma pessoa que é da minha confiança, mas que tenho pouco contato, que no dia ela andava esbravejando pelos cantos que uma funcionária teve coragem de dizer na cara dela que não ia trabalhar na festa.
 
E a festa começou e terminou. E estava tudo lindo, comida maravilhosa, fiz minha parte no meu horário de trabalho... mas na hora.
 
Curti minha filha, meu marido.
 
Brilhei.
 
...mas por varias vezes vi ela cochichando pelos cantos e olhando para mim, então é só aguardar as cenas dos próximos capítulos que com certeza vai ter.
 
Não faço o tipo "amiguinha" de ninguém. Não preciso disso, quem gosta ..gosta. Quem não gosta, é só dois trabalhos: não gostar e morrer de inveja.

Um comentário:

Anônimo disse...

Você era maior do que esse tipo de birrinha. Não dê uma de valesca popozuda.