sexta-feira, 11 de setembro de 2015

A paz perdida...

Inicio e termino a semana fechada dentro de mim. Mais uma vez ele estrega e rouba a pouca felicidade que eu ainda consigo despertar. Fechei-me novamente e o mundo voltou a ser nublado como esses dias que se passaram.
 
Não estou disponível para ninguém, nem para conversas, nem para sorrisos, novamente a nuvem de tristeza paira sobre mim e as vezes não se precisava muito, somente um pouco de compreensão.
 
Eu apenas tento e desisto.
 
Passei a semana desmotivada, que se realmente eu pudesse eu abandonaria qualquer coisa pra dormir por dias no meu quarto escuro. Se estou em casa, não tenho vontade de ir para o trabalho e quando lá estou, não quero voltar para casa.
 
Minha língua destilou palavras avulsas, frias e mecânicas a quem insistiu em tentar um dialogo.
Não, eu não queria conversar.
Eu não quero atender telefone, e eu não atendo.
 
Eu apenas estou triste.
Desanimada.
Apenas queria ficar só.
 
 
Só, eu sei que nunca mais serei.

Um comentário:

Anônimo disse...

Procure um psiquiatra. Sério.