sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Quem me dera...

"Ela falou: "Você tem medo."
Aí eu disse: "Quem tem medo é você."
Falamos o que não devia
Nunca ser dito por ninguém"

Hoje foi um dia que acordei com Renato na cabeça, só ele poderia traduzir de forma tão singela todas as emoções perdidas dentro de mim. Ouvi..ouvi..ouvi.. e cada trecho de música foi um abraço apertado, daqueles que a gente só da em velhos amigos.
 
Pois é meu velho amigo, já fiz 33 e novamente meu coração anda aos pulos. A vida corre como a do tal de João de Santo Cristo, obviamente com bem menos emoção mas com a mesma intensidade. O vento no litoral nem sempre vai levando tudo tão depressa.
 
Na verdade?
 
Não leva.
 
A resposta eu ficarei sem os por ques, na vida nem tudo deve ser explicado. Dizem que eu sou forte e sempre me levanto, em partes, eu apenas aceito as coisas mais facilmente, não é resignação é deixar de lutar contra a vida e essa falta de explicação das coisas obvias.
 
Procurei por meus fones, não achei.. queria que você cantasse para eu dormir, mas hoje a noite não tem luar.
 
Ou tem?
 
"Ela me disse
"Eu não sei
Mais o que eu sinto por você
Vamos dar um tempo
Um dia a gente se vê."
 
*Trechos da música Ainda é cedo - Legião Urbana

Nenhum comentário: