segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

"amor em minúscula"

Eu fiquei aqui me limitando, pensando se ia escrever sobre esse livro que terminei de ler.. devo? Não devo?
 
Devo. Porém nada do que eu escreva sobre ele vai ser tão delicado quanto ele mereça.
 
Ele veio junto com alguns livros que uma colega de trabalho me emprestou final de ano, segundo ela "leitura para as férias". Ela já sabendo da minha chatice critica pra leituras, que quase nada gosto, mas leio de tudo, julgou que eu gostaria de lê-lo por na historia ter um gatinho, ambas apaixonadas por gatos.
 
Bom, ela não errou. Eu amei o livro, não pela capa, não pelo gato, por que o gato entra e sai da historia com muita sutileza, é apenas um detalhe.. apesar que a sua chegada desencadeia varias outras historias.
 
Não é minha intenção aqui contar a historia, quem quiser que a leia, mas sim falar das minhas impressões sobre o livro. Muito bem escrito. Leve, inteligente. Capítulos curtos,  como se fossem pequenos contos. Não é uma historia trágica, cômica e nem nada. Apenas o professor solitário e muitas respostas em que o livro terminou e me deixou sem. Pensei em até reler, mas eu nunca releio um livro, mas a duvida... deve ter algum mistério nas entrelinhas que eu não descobri...
 
Onde foi parar Valdemar?

Nenhum comentário: