segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

mais uma leitura...

Ganhei o livro "O Vendedor de Sonhos" de aniversário. Levei dois anos para terminar de ler. Tinha me comprometido a lê-lo até final do ano passado, mas por vários motivos não consegui.
 
A minha primeira impressão da leitura e que perdurou boa parte dela é que o livro era ruim e sem proposito, por isso minha leitura não rendia, eu fui lendo em doses homeopáticas, quando não tinha nenhuma outra leitura em mãos, termina-lo foi uma questão de honra.
 
Eu estava enganada, bem enganada. O livro não era ruim, não era culpa dele, era eu que não estava preparada pra lê-lo. É um livro que a pessoa precisa estar aberta a aceita-lo, sem julgamentos e principalmente não esperar muito dele, não é e nem será como os outros.
 
Quando eu comecei a ler, eu estava grávida, no final da minha gravidez, ansiosa.. não era o momento e assim foi toda vez que eu o peguei pra ler. Eu procurava uma leitura pra passar o tempo, uma história que me fizesse esquecer da vida. Não é essa a proposta do livro, pelo contrário é um livro que nos faz refletir sobre a nossa vida.
 
É um livro reflexivo, eu só precisava lê-lo na hora certa.

Um comentário:

Asas Negras disse...

Encontrei alguém que enrola mais do que eu. Eu me julgava um cara lento por ler Os Sertões, Euclides da Cunha. A melhor parte de ler foi saber que ele foi morto pelo amante da esposa dele.