segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

dos medos reais

Pois é, a quem me diga que eu não devo temer bala perdida em BC!

Sábado, tive que ir fazer um trabalho de faculdade na casa de uma colega, digo "tive", por que ou eu ia lá ou ela vinha com o filho atentado pra minha micro casa e meu gato ia sofrer as consequencias, de um ser pequeno e andante pela casa, e quando digo gato, fique bem claro que é bicho mamifero mesmo, nada havendo com sapos!

Desloquei-me até a casa dela, que é em um bairro próximo, porem ja na outra cidade, mas só teoricamente. Bairro bem conhecido pela marginalidade, nao significando que ali nao more muita gente boa.

No meio da tarde: "Ai Lu, preciso comprar banana pra vitamina do Leo antes que ele acorde!.  Ai ceus pensei comigo! La tivemos que se deslocar até o mercadinho mais proximo...

Na volta... uma viatura da policia, na casa do vizinho. E ela queria ficar parada olhando o que estava acontecendo, nao.... isso naoo! Reclamei e disse que estava chovendo e eu nao podia ficar na chuva. Ela meio contrariada me seguiu para o portão da casa dela.

(cara se tem uma coisa que eu odeio é gente assim, que  nao pode ver uma muviquinha que ja para pra olhar!).

Foi só a gente entrar pra dentro do portão, que o tiroteio começa. E eu??? Corri pra dentro de casa. Ia ficar esperando bala perdida? E nao é que o tipinho correu pra janela pra ver o que estava acontecendo, ela e um monte de curioso.

Passado o barulho, ela ainda me vai no outro vizinho pra saber o que se passou, dois traficantes, um morreu e outro foi detido. Pensa que essas coisas so acontecem nas favelas do RJ? naoooo, acontecem na bela e Santa Catarina também! E depois me digam, se é ou não um medo real o que sinto?

Um comentário:

Giuliana: disse...

Oi Lucí,

Vim retribuir sua visita e dar boas vindas ao meu espaço.

Boa noite!

beijos