quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

De bem comigo

Eu ando me sentindo tão bem, não que as coisas estejam ótimas para mim, é interno. Eu ando em paz, de bem comigo.

Mudou tanta coisa na minha vida nos últimos meses, mas a minha maior conquista foi fazer as pazes comigo mesma, ando mais calma e menos agressiva com as pessoas.

Isso tudo vem acontecendo de um mes pra ca, me sentia bem, mas agora me sinto muito bem. Nunca entendi muito bem dessa tal de auto-estima, mas acho que é essa palavra que devo usar.

A mudança começou pelo trabalho, mesmo com o preconceito inicial que encontrei, com as desconfianças sobre a minha capacidade, de inicio tudo isso me fez tão mal, por que se tem uma coisa que me deixe mal é as pessoas desconfiarem das minhas capacidades, se eu digo que sei fazer algo, é por que sei! E tenho pavor de ser tratada como uma pessoa ignorante e pior ainda quando eu vejo que a pessoa nitidamente sabem bem menos do que eu.

Com a confiança estabelecida no trabalho, se tornar a pessoa de maior confiança dentro de uma empresa, sim pq uma escola particular é uma empresa, tornou tudo mais facil e a vida começou a correr com mais leveza, eu me sinto bem quando as pessoas confiam em mim, apesar de eu nao confiar na minha propria sombra.

Aprendi a amar meu trabalho, criar vinculos e até gostar de algumas pessoas que convivem diariamente, passar as tardes e receber a todo momento sorrisos de crianças "Oi pofi Lu" (o som do L é quase imperceptivel, é um UUUUU), ter um tempinho de trocar abraços e beijos com alguns deles, dar uns apertões em outros, ter que ser cordial, paciente. Foi tudo tão dificil no começo e hoje é algo natural, sinto até falta nos finais de semana.

Sentir-me util foi a maior mudança. Refletiu na minha relação com as pessoas, na minha vida social, todo final de semana tem um evento, é cha de bebe, é festinha de criança, eram coisas imaginaveis para mim. Recuperei o cuidado comigo mesma, comprar roupas, maquiagem, isso tudo estava tão perdido, que estou sentindo prazer em me arrumar a cuidar mais de mim, até saponildo notou a mudança.

Eu ando de bem comigo, será que essa é a crise dos 30 que tá batendo na porta? Por que cada ano que passa eu me sinto melhor, melhor do que quando eu fiz 15, 20 e acredito que a idade nao faz mal algum a mulher.

Com 20 eu até podia estar fisicamente melhor, mas nao canso de repetir, quem me dera eu ter a cabeça e a maturidade que eu tenho hoje.

2 comentários:

Ana Lu disse...

Ei Lucí!
Tô pra conhecer uma sensação mais gostosa do que estar em paz consigo mesma!
Que bom que você está assim!
É tão pleno!
Beijos!

Paulo Rideaki disse...

Hei, Lucí seja bem vinda ao meu cyber espaço, apreciei muito o teu espaço virtual!
E juro que não saio mais dele, adoro conhecer novas formas de cultura.
Eles geralmente me agregam novos valores para compor o meu próprio espaço!
Sobre esta postagem; 'De bem comigo', sabe acho, que falta muito este sentimento nas pessoas "moderna", pois se cada pessoas do mundo trabalhasse com a sua auto-estima, acredito que viveriamos num mundo bem melhor!
Muito obrigado por existir e fazer parte do meu mundo! NAMASTÊ!!!!!!!!!!!