sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

O meu silêncio







"Ouve-me, ouve o meu silêncio.
O que falo nunca é o que falo e sim outra coisa.
Capta essa outra coisa de que na verdade falo porque eu mesma não posso."

(Clarice Lispector)





Nos últimos tempos ando meio cansada. Cansada principalmente de falar e não ser ouvida. Está aí a origem de eu gostar tanto do meu silêncio. É no meu silêncio que eu escuto a mim mesma.

Já fui uma pessoa muito falante e uma boa ouvinte. Com o tempo descobri que as pessoas estão mais interessadas em falar do que a te ouvir. Calei-me.

Calei-me, mas continuo uma boa ouvinte.

E quando eu quero falar, quem me ouve?

O meu silêncio!

*Um bom final de semana a todos*

13 comentários:

Luciana disse...

Gêmeas de mãe diferentes?rs
Cara tô assim tbm.
Cansada de falar,de explicar...e nada!
Ninguém ouve,ou faz questão do que ouve.Ninguém entende...
Cansei

Diogo Caceres disse...

Bom dia Luci... é verdade, ocupamos mais nosso tempo falando, do que ouvindo. Ouvir acredito ser uma arte de quem procura desenvolver a sensibilidade. Saber ouvir é compreender a realidade em volta, mas principalmente a interior. Se a gente percebesse o qto pode ajudar alguém só no ato de ouvir... as vezes nem seja necessario o ficar dando conselhos, mas vc parar um instante e deixar o outro desabafar, tirar p/ fora o q esta afetando... só nesse ato, acredito haver um grande alivio p/ pessoa. Portanto como dizia Jesus: que ouçam os que tem ouvido de ouvir!! Sempre que quiser conversar amiga é só falar... ótima sexta, muita paz no coração! Abraço!!!

*Lusinha* disse...

Eu enteod o que você está falando, porque nem sempre nos entendem, nem sempre conseguimos nos fazer entender... E isso pode ser complicado...
Também prefiro o silêncio de vez em quando. É bem melhor ficar de boca fechada quando não se sabe/tem coisa melhor pra falar.
Bjitos e obrigada por todo carinho Lu! ;)

Vivian disse...

...o dom de saber ouvir,
é dádiva de poucos,
quando sabemos que a
humanidade grita por socorro.

ouçamos então a nossa voz interior,
essa que é nosso guia.

bjussss

Tata disse...

Oi Lucí,

Em 1º lugar queria te agradecer pelas palavras e pelo apoio.
MUITO OBRIGADA!

Quanto a ser ouvida.... é triste mas são poucas as pessoas que realmente nos ouvem de verdade, que realmente se importam....
Elas falam de mais e não querem ouvir.
beijinhos

Izinha disse...

Eu tb percebo isso, sempre ouço com atenção e procuro ajudar qdo me procuram e noto q se vou falar sobre algum problema, é desconversado...por isso prefiro ficar em silêncio tb.

bjos e ótimo fds!

Ana Lu disse...

As vezes eu tbm tenho a sensação de que sei ouvir td mundo, mas q ninguém sabe me ouvir. Dá um vazio enorme, mas passa.
O silêncio realmente é imprescindível. Já fiz um post sobre isso!
;D
Bjs!

Giiu disse...

Oooi. Paassei por aqui praa te avisar do meeu novo concurso: Concurso "The Perfect Blog", se tiver interessada, acesse: http://concursotpb.zip.net Briigada! To te esperando por lá ;D

Aquela tal de brito disse...

nossa adorei seu blog
gostei de alguns textos teus
e bom sou meio faladeira
não consigo ficar num silencio por muito tempo
e as vezes quando as pessoas estão falando comigo eu me perco em minha mente e acabo me perdendo na conversa então eu acho tbm que sou uma pecima ouvinte, mas as vezes dou conselhos bem legaiis, se isso limpa um pouco a minha barra ;~
beijos;*

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Luci!

Lendo sua postagem, eu peço que não se cale. Continue sendo essa pessoa falante que és.

Acredito que as pessoas não a ouvem, porque você conversa com as erradas... Porque não recicla as pessoas em sua volta? Heim?

Mais o importante de tudo isso é que sabes ouvir quando necessário e deves falar quando for oportuno.

Não se cale ao mundo! Ele necessita de pessoas de expressão!

Beijos e bom final de semana!

Diego! disse...

Ando nessa de silêcio também.
As vezes é bom...nem sempre admito.
Ando tão confuso também!
rs
até...

marcela disse...

Aff teu post disse tudo que qualquer comentário meu vai ser redundante. Tbm sou uma boa ouvinte, tbm percebi que as pessoas gostam mais de serem ouvidas do que de me ouvir e tbm já me perguntei quem vai me ouvir quando eu quiser falar. O ser humando é mesmo uma caixinha de mistérios. Adorei teu blog. Muitão mesmo. Voltarei mais vezes.
beijos!

Juliana disse...

Eu as vezes me pego fazendo isso, até mesmo com meu namorado, eu falo igual uma matraca e raramente presto atenção no que ele me conta, me sinto mal quando penso sobre isso, e estou me policiando SERIAMENTE! Não da pra ser assim mesmo, e ele como vc, muitas vezes se cala, por conhecer meu pouco interesse! rs
Mas o primeiro passo eu já dei né! Reconhecer meu erro, agora em pouco tempo eu me curo do mal da lingua grande e ouvido pequeno!
Beijoosss