quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Alguém sabe a resposta?

Final de ano chegando e eu confusa mentalmente.

Muitas pessoas devem estar preocupadas o que vão comprar para as crianças de natal. Se vão passar o natal com a mãe ou com a sogra. Se o décimo terceiro vai dar para pagar as contas. Se aquele tio chato vem mesmo para as festas de fim de ano. Que roupa vai comprar para passar a virada. Não sou egoista, mas eu ando pensando em mim.

Não penso em compras ou como vai ser esse final de ano. Estou pensando que minha visão sobre algumas pessoas que eu gosto está sendo alterada e infelizmente estou vendo o que não via.

Estou preocupada, pois a mudança pode estar dentro de mim, meus olhos estão vendo diferente e não as pessoas que mudaram.

O que te leva a ter uma enorme simpatia ou antipatia por alguém? Eu sempre me perguntei isso, eu não entendo o por que gostamos ou deixamos de gostar de alguém. Simplesmente acontece, e acontece quando passamos a ver o que não viamos antes.

Aquela pessoa que você gostou passa a perder o significado, você a olha-la com os olhos diferente, com defeitos que até então não via, por que eles sempre estiveram ali.

Não é o que a pessoa gosta, hábitos e cultura. Não é beleza. Não é inteligência. É um bater de almas. Duas pessoas simpatizam-se. E por que um dia esse bater de almas se rompe?

É o que eu me pergunto.
Alguém tem a resposta?

12 comentários:

Viviane Moraes disse...

Vou ser sincera, não entendi a pergunta que você fez?
È por causa de mudanças de hábito?

Déia Arakaki disse...

Oi Minha Linda Boa Tarde !!

Hum pergunta interessante.. acho que cada um tem uma visão no que diz respeito á isso .
Como voce fez uma pergunta vou responder segundo meu ponto de vista ok?
Sou Kardecista e por esse ponto de vista acredito que temos antipatia ou simpatia por uma pessoa porque em algum lugar em nossas reencarnaçoes passadas tivemos algum tipo de ligaçao com essa mesma pessoa e isso embora apagado quando renascemos novamente , é uma coisa que nossa Alma costuma sentir .
Aversao por quem nos fez mau
e Simpatia por quem nos fez bem.
Há o famoso resgate de dívidas e pode ser que essas pessoas aparecam em nossa vida ou a gente apareça na vida delas para resgatar algo , quitar algo.
Bem mais essa é uma concepção e opiniao propria da minha crença , com certeza havera outras muitas respostas aqui conforme a convicção de cada um.
Agora com relaçao a relacionamento como voce sitou acima e que tambem perguntou o porque de as vezes vermos uma determinada pessoa de um jeito e depois ve-la de outra forma .
Olha só, eu ja passei por isso e sei exatamento do que estou falando.
Qnd é em um relacionamento amoroso acontece o seguinte : As vezes vc se apaixona de uma tal forma que mesmo sabendo que determinada pessoa nao é lá grandes coisa , fecha os olhos para alguns fatos que em outra situaçao poderia ser perfeitamente facil ver e nao querer..
Mais a convivencia minha cara , ela é a grande descoberta da visão sobre uma determinada pessoa ou nao.
Simplesmente convivendo voce vai percebendo de verdade quem é quem ...
A convivencia é a grande inimiga das "Mascaras"...
Bem é isso que penso tanto em relacionamento amoroso , como qualquer outro.

Bjs Flor

Diogo Caceres disse...

Oi Luci, tudo bem?
Acredito muito amiga, que simpatias e antipatias são geradas pelas afinidades das almas... sempre nos aproximamos dos q possuem sintonia com nossas ideias, sentimentos e pensamentos.
É claro que dentro da convivencia surgem pessoas dos quais não temos, propriamente, uma afinidade, mas surge como oportunidade de aprendizado mutuo... cada um q passa por nós leva algo nosso nele, assim como deixa algo de si em nós!!
Mesmo q aparentemente acreditemos q de nada serviu uma relação, sempre fica a semente dos sentimentos doados... só q toda semente tem seu tempo de brotar.
Mas no fim das contas o essencial numa relação é ñ projetarmos o q acreditamos ser o "ideal de pessoa" no outro, mas dia-a-dia na relação, vermos e aceitarmos cada um tal qual é!!
Linda demais sua postagem e questão... ótima quinta, abração!!!

Victor S. Gomez disse...

Obrigado pela doce visita. também estou linkando-a. Abraços

Nanda Assis disse...

ai as vezes me sinto assim tbm sabe?

bjosss...

Vivian disse...

...ninguém passa pela nossa vida, sem uma razão, e vice-versa.

se veio para ficar, ótimo.
se não...ótimo tbm.

em essencia somos únicos e sós.

qqr reflexão nos responderá
isso.

um bj, minha lindeza!

Viviane Moraes disse...

Do que eu entendi.rs
Acho que quando passamos, um dia com a pessoa a gente perde a simpatia que sentia por ela antes, agora ela faz parte da vida, e não como antes como passagem.
Espero ter ajudado..

FERNANDA & POEMAS disse...

Querida Lucí, penso que nada na vida é por acaso... Tudo acontece, com um clíque e assim acaba também... Quando as suas almas não eram compatíveis... Mas este é um tema que tem muito que se diga...
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha

Dora disse...

Às vezes, é o nosso modo de enxergar as pessoas que muda. E às vezes é a própria pessoa que começa a revelar coisas que antes estavam guardadas. Aí, acho que depende do grau de dissimulação da pessoa. Mas, Lucizinha se você nota que isso tem acontecido com uma frequência muito grande, preocupe-se. Pode ser sim o seu jeito de olhar que está mudando... rs rs rs... mas falando sério... acho que pode ser positivo mudar o jeito de ver certas coisas, desde que o pessimismo e a desconfiança não se instale de vez na gente. Eis aí um assunto interessante...
Boa noite, Lucizinha-mais-querida-que-todas-as-Lucizinhas-do-mundo!
Um cheiro bem grande da baratinha conversadeira!

Luciana disse...

Eu tenho me feito essa pergunta todos os dias!
"Aquela pessoa que você gostou passa a perder o significado, você a olha-la com os olhos diferente, com defeitos que até então não via, por que eles sempre estiveram ali."
Estranho não?

Lay disse...

Bom, somos mutantes, nos adaptamos as novas situações impostas pela vida, nos adaptamos as novas regras impostas para podermos sobreviver da melhor forma possível.

Acho que é isto que acontece conosco, vamos nos adaptando...

beijos.

*Lusinha* disse...

Não tenho resposta, só sei que às vezes esse processo é doloroso!
Bjitos!