quinta-feira, 24 de julho de 2008

Conhece-te a ti mesmo...

O filosofo Sócrates sabia o que dizia. Eu não sou nenhuma filosofa, mas sei da importância do "auto-conhecimento". Quem conhece melhor nós do que nós mesmos. Posso parecer meio egoísta, mas é fato: Gosto de minha própria companhia, sou a pessoa que mais gosto de "auto-conversar", "auto-ouvir". Não é egoísmo e explico o por que. Por que eu sei dos assuntos que eu gosto, não me critico e não me faço perguntas as quais não gostaria de responder, quando não quero conversar me calo e nao interrompo o meu próprio silencio.

Conheço a mim mesma. Gosto dessa voz que tenho por dentro que me faz companhia.

De onde vem essa voz? Já me perguntei tantas vezes. Ainda não encontrei uma explicação lógica, nunca ouvi falar o que é ela, dizem que é nosso pensamento, e nunca ouvi falar onde ela se localiza. Alguns dizem que é alma.

E não é somente uma voz. Eu contabilizo duas. Uma que eu tenho controle, que me faz companhia, que eu gosto. E a outra voz, desvairada, insana, que resolve cantar as musicas irritantes, que faz eu me sentir mal, que me deixa mal educada e mau humorada.

Como se fosse igual os desenhos animados, de um lado um anjinho e de outro um diabinho, dando conselhos ao meu pensamento.

Quando nos conhecemos, sentimos prazer em estar consigo mesmo, mesmo quando o lado irritante, insiste em cantar lá no fundo: "créuu.. créuu.."

Um comentário:

esparadrapo disse...

Obrigado pelo elogio. Como chegou ao meu blog? que sacanagem o que aconteceu com voce heim. tem orkut? msn? beijao