quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Uma pontinha de saudades

Uma pontinha do coração doeu quando sentei aquela mesa e vi os olhares de interrogação me fuzilando, o coração apertou e eu senti saudades.

Saudades de saber quem eu era e que não precisa de apresentações, saudades de ser aceita com todos meus defeitos e saudades do carinho, dos olhares amigos, dos sorrisos de todos os dias, saudades da hora do café, dos assuntos descabidos, saudades de ser chamada apenas por Lu, saudades de saber de tudo exatamente como era, saudades de não precisa provar que sou boa em alguma coisa. Apenas saudades.

É assim, eu sei, vai passar, todo recomeço não importa, sempre da essa saudade do velho. Será um caminho necessário a trilhar, mas eu sei que logo isso deixará de ser saudade para se tornar rotina, a única coisa que vai mudar serão os olhos e os sorrisos.Bom.. esses ficarão apenas na minha lembrança, mas a vida é assim, pessoas vem e vão em nossas vidas!

Nenhum comentário: