quarta-feira, 23 de novembro de 2011

hoje...

O dia que não começou tão bem, está se encaminhando melhor.

Pela manhã, tiro a moto da garagem (desligada, por que ninguém merece ouvir ronco de moto antes das 7 da manhã, então eu respeito os outros), já no lado de fora do prédio abro o banco pra pegar o capacete e guardar minhas coisa e pá.. PÁ! Mas foi um susto mesmo... e cadê meu capacete?

Vizinho que saia junto pergunta pra mim se podia fechar a porta e eu disse não e me encaminhei para o interfone.."Saponildo desce com outro capacete por que o meu roubado!".

Cara, minha moto foi arrombada dentro do meu predio, isso dói! Ja andava desconfiada, por que uns dias atras eu abasteci o que normalmente daria para uma semana, dali dois dias tive que abastecer novamente por que ja estava sem combustivel, comentei a Saponildo o fato, e levantei a hipotese de alguem estar roubando na garagem, ele disse que era coisa da minha cabeça.

Hoje ele viu bem "a coisa da minha cabeça", pois essa coisa foi roubada! E o pior, quem roubou levou um capacete rosa, com um moletom velho dentro, uma corda velha, uma sacola de papel e até uma propaganda isso é miseria demais.

Só sei que sai muito revoltada de casa, atrasada com os espelhos desalinhados, e na pressa, com a moto em movimento fui tentar arrumar os espelhos, pq nao via nada que estava atras de mim, me desequilibrei e segurei a moto na perna, resultado perna doendo, machucada e sem capacete rosa e mais doloroso ainda, sem meu velho casaco de moletom, pq era velho mesmo, só tinha valor pra mim...

Um comentário:

Lay Santana disse...

Nossa, que horror. Que pessoas podres, hein? Pena não ter câmera de segurança.

Fico me perguntando: A pessoa mora no mesmo prédio que você. Será que vai ter coragem de sair com o seu capacete rosa na cara dura?

O.O