sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

das coisas que acontecem só comigo *1*

Calor, muito calor nessa maravilha do Atlântico sul, enquanto turista se esbaldeia na praia, desfilando de roupa de praia (ridículo) pra todo canto, sim pq é aceitável o desfile na orla, agora até em super mercado de bairro.. ai é sem noção! Bom, enquanto eles podem fazer isso, os pobres mortais trabalham para fazer a cidade turística funcionar.

E eu faço parte desses pobres mortais e que ainda pega ônibus, ao menos pra ir pro abate e com esse calor...

Ando a pegar ônibus e com isso vem as histórinhas que só acontecem comigo!

Ontem, bem bela e suando na parada do ônibus, o calor da asfalto chegava a cozinhar, começo a passar mal, é o tal do calor, barriga começou a dar umas torcidas fortes, orei pra tudo que é santo pra não ter uma dor de barriga até chegar ao trabalho, mas a maldição do meu onibus não vinha!

Senta uma mulher do meu lado e começa e eu não sei por que as vezes eu sou metida a educadinha...

"-O pra laranjeiras já passou?".

..respondi que não, mas já devia estar passando, mesmo suando frio, com a barriga dando volta ao mundo!

Ela não contente...

"..mas que hora que ele passa?"

... não sei, ele passa pouco antes do meu e ainda não passou.

Ela não contente ainda:

'mas será que é daqui 5 minutos, deixa eu ver que horas são.. e bla bla bla.. "

A mulher não parava mais de falar e eu naquela situação, saí de perto dela, por que eu sei que eu ia soltar as patas nela rapidinho, deixei ela falando sozinha! Eu não sabia se voltava pra casa, se ia, já imaginando o que de pior podia acontecer. Logo o onibus dela veio e o meu junto!

E pra quem esperava um final trágico, não.. minha dor de barriga passou assim que eu entrei no onibus.

5 comentários:

Ana Lu disse...

Ai, que bom que passou! Eu também tenho horror a essas ameaças de dor de barriga, hahah. E também tenho horror a pessoas tão perguntadeiras. Bastava perguntar se já tinha passado né? Afinal, você não tinha como adivinhar se ele ia passar daqui a 5 minutos ou 5 horas. o.O Gente sem noção..
Beijos Lucí

Letícia G. Cruz disse...

Nossa nem me fala em ônibus, hoje cedo indo para o trabalho o motorista deu uma brecada que jogou todo mundo pra frente, e pior uma mulher duas vezes mais alta do que eu se apoiou no meu braço para não cair, putz isso vai me render um fim de semana com muito CATAFLAN...Hehe e ela ainda me disse, " Vc poderia ter quebrado o braço".
Oh vida dura!!!
Bjos mocinhos
ótimo FDS

Diego! disse...

Eu confesso...
Odeio conversar com gente estranha no ônibus. Só que as vezes acontecem uns papos legais...dai sempre me sinto culpado pela minha antipatia!

Ih....fud disse...

Haaa, não sabia que o pessoal que mora perto de praia se sente assim quando tem um turista de roupa de praia nos dias de trabalho ... qua qua qua .... prometo quando for ai ... ir para a praia de terno e gravata ..kkkkkk
Mas se isso te conforta não é só vc que atrai chatos eu também .. e atraio muitos, pode ter certeza que se eu aparecer em um local publico alguém sempre vem falar comigo .. saco
Mas a maravilha tecnológica criou o celular com mp3 agora não tiro o fone do ouvido ... e evito tudo isso :)
bfs

Pietro disse...

Terminando a ler o post e vendo a cueca branca, é quase impossível não relacionar com a dor de barriga e uma possível "freada de caminhão". rsrsrsrs