quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Tudo nos seus lugares

Ontem desabei. Depois de dias engolindo o desespero, alienada, fingindo de que tudo o que aconteceu estava bem longe de mim. Mentindo para mim mesma. Não a tragédia foi aqui pertinho, chegou até a rua abaixo e aqui de cima eu vi o desespero, acompanhei pela Tv.

Ontem chorei. Estava anestesiada, tentando disfarçar que o caos nem foi tão grande assim. Foi e chegou bem perto.

A enchente avassalou o estado, que não é de minha origem, mas foi o que eu escolhi de coração para viver. Não perdi pessoas. Mas conheço pessoas que perderam tudo, tudo que com o tempo se recupera.. e pessoas que perderam pessoas que são irrecuperaveis.

Nunca fiquei sem água por tanto tempo, se o abastecimento não voltasse ao normal já estava entrando em desespero, segunda a noite, ligando para tudo que é lugar, e já não tinha mais água para vender, por que os caminhões de entrega não chegava a região.

No supermercado, os comerciantes aproveitando-se da desgraça alheia colocando os preços lá em cima, chegando ao absurdo de se pagar uma Coca 2l 4,50. Como fazer comida em casa? Não tinha como fazer? Tudo comprada, os preços lá em cima e a demora para a entrega.

Nessas horas o dinheiro teve utilidade. Tem pessoas que não tem mais onde morar, sem dinheiro e sem comida, contando somente com a ajuda dos outros estranhos, e bons de alma.

Meu marido está trabalhando em Itajaí, uma cidade próxima onde a enchente foi pelo rio, o que é pior do que a nossa, que foi pela chuva, enchente de rio é pior, quando a chuva passa todas as águas vão para o rio e a enchente aumenta.

Ele encontrou um pessoal que havia saqueado um supermercado e viu que eles só pegaram bebidas e cigarros e perguntou o por que eles não pegavam comida.. e um deles: "Já que vamo morre tudo afogado, vamo morre bebendo e pitando". Absurdo!

Aqui agora está tudo normal, já tenho água em casa, minha casa em ordem. O proprietário se mexeu, arrumou a infiltração.. fez de tudo. Mas ontem caiu a ficha e toda vez que eu via na tv sobre São Paulo, outros lugares que alagavam parecia tão distante, mas foi perto, aconteceu comigo e com pessoas que eu amo, aconteceu com meu irmão, com meus amigos..

*Uma observação: A Ong Viva Bicho, é uma instituição séria, reconhecida na região pelos trabalhos que ela faz em prol do animais, um trabalho que é feito a anos, durante todo o ano, eu conheço alguns volntários, eles não estão aproveitando do momento para arrecadar dinheiro das pessoas. Felizmente são pessoas sérias. Tem um link para o site ali do lado ->>*

17 comentários:

☆ Bela disse...

relamente essa situação das chuvas é muito triste, mas ainda bem que tem algumas pessoas que estão lutando pra ajudar que não tem mais nd.
aqui no meu estado está chuvendo bastante, mas não aconteceu nada de grave... em alguns lugares foi até uma benção
espero que vcs consigam se recuperar de alguma forma!
=**

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Lucí!

Entendo o que você está passando, por estar perto dessa calamidade. Já passei por isso quando criança e sei o que é ter o teto desabando a as paredes sendo levadas pela enchente. Em alguns lugares no Rio, a chuva fazia e acredito que ainda faz, muitas vítimas, mas hoje, menos que na década de sessenta.

Quanto à exploração, Lucí, é da nossa natureza mesmo, não se espante, creio que ainda verás muito mais em intensidade. Mas, trabalhar para que isso mude, deve ser uma constante na vida de quem não concorda com essas atitudes. Por curiosidade apenas, seria uma boa hora para se constatar a pseudo religiosidade que move o mundo. Desculpe, sei que você está abalada, mas seria agora o melhor momento para entender questões mais contundentes da vida, mas é claro que ai é só uma mostra, Lucí. Contudo, não se pode esmorecer.

Quanto aos bichos, veremos o que se pode fazer, mas, sem demagogia alguma e sem deixar de amar os animais, a prioridade agora é das pessoas. Essa é minha opinião sincera.

Eleve seu espírito e tenha força nessa barriguina verde por opção.

Um beijo com carinho!!!

*Lusinha* disse...

Eu moro em Sampa, mas a cada notícia ou relato sobre esse assunto me dói o coração. É longe, chega parecer ficção, mas foi tão perto.
Que as pessoas tenham o bom coração para continuar ajudando a quem precisa.
Bjitos!

KA disse...

Luci, querida!

É tudo muito triste. Eu não sou a melhor pessoa para ser consoladora, então prefiro apenas dizer que tudo isto é lamentável. Sem hipocrisias.

E desculpe, já arrumei muito encrenca por isto, mas não consigo deixar de responder ao ex controlador de cima:
Sem preconceitos. A prioridade é ajudar. Não importa quem. Cada um ajuda quem quer. Eu ajudo bichos. MINHA vida, MEU dinheiro ganho com O MEU trabalho, MINHAS prioridades. E ponto. Sem falso moralismo e sem julgar, certo...
E nem vou repetir a mensagem que deixei no meu blog. Se quiser ver, passe lá.

Juliana disse...

Que bom que tudo esta voltando ao normal, e tambem achei um absurdo a pessoa roubar bebida e cigarro, no mínimo só se aproveitaram da situação pra pegar essas coisas! Em quanto tem gente querendo roubar COMIDA E AGUA outros querendo alimentar o vicio!
Aqui em Vioria não esta tão ruim, mas voltou a chover, hoje minha rua já estava começando a encher, agora envaziou novamente!
Entrei no site dos protetores que você falou, parece ser bem legal o trabalho deles, eu nunca dúvido de ninguem a primeira vista, mas com tanta gente querendo lucrar em cima dessas desgraças todas foi bom o seu esclarecimento!

;**

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

simplicidade com suas diversas formas. :x

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

são realmente complexas :x

caurosa disse...

Olá Lucí, espero que tudo se normalize logo, com a ajuda e a solidariedade de todos e principalmente com muito trabalho e fé.
Eu moro no pé da serra e ao lado de alguns morros e sempre me preocupo com as chuvas. Muita paz, harmonia e que Deus nos proteja.

Forte abraço

caurosa.wordpress.com

Patricia disse...

Nossa, eu entendo o seu estado de Espírito e realmente nunca imaginei que em termos de Brasil chegasse a ocorrer algo do tipo. O fato não foi só perder onde morar, mas pessoas que nem terão oportunidade de reconstruir a vida. Sei que não tem palavras pra tentar entender isso.
Espero que pelo menos o ocorrido sirva de lição as autoridades que agora tem a responsabilidade de garantir a segurança de seus habitantes.

Bjo e espero que conforte seu coração.

Tata disse...

Oi Lucí,

Que bom que está tudo bem agora aí com vcs, que o seu properietário fez o que deveria ser feito.Confesso também que essas notícias tem me deixado muito triste!!! Pelas pesoas que perderam tudo, pelos animais, enfim....é verdadeiramente dessolador!Muito triste e espero que tudo volte pelo emnos perto do normal.

beijinhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Nossa amiga imagino o que vc passou,essa calamidade comoveu o País.

Não sei mais nem o que falar para vc.
Fique com Deus.

bjs.

Dias disse...

Porra...

Abraço MUITO forte!!

Diego! disse...

Essa situação é chata mesmo.
Aqui no meu estado estamos(ES) ainda sobre o efeito das fortes chuvas.Muita bagunça e desordem.

Uma pena, de cortar o coração mesmo.


abraço!

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Luci!

Primeiramente não chores! Apesar de tudo, não chores! Pense que mesmo com essa tragédia toda! Poderia ser pior! Você está bem e com vida! Pense nisso...

Agradeço sua visita em meu blog e fiquei muito emocionado com suas palavras.

Entendo a sua situação de mesmo não ter sido afetada muito pela tragédia onde mora, ter que ver pessoas e amigos perderem tudo o que tinham e não poder fazer nada.

Precisamos apenas de tempo para superar isso e esperar que a ajuda venha o mais rápido possível.

Seja forte amiga!

Li seu post anterior sobre a necessidade de ajudar os animais e vou copiar sua postagem e colocar em meu blog para informar à todos.

Vou ajudar como eu posso, mesmo com palavras e com minha fé que tudo melhore.

Tente apenas relaxar ao máximo e manter a cabeça no lugar. É difícil eu sei que é, mas não adianta perder a calma.

Temos que pensar dessa maneira. Melhor perder tudo e recomeçar do zero. Do que perder a vida e não ter como recomeçar! Esteja feliz por estar viva, pois muitos morreram na tragédia.

Deixo meu abraço carinhoso pra você e torço que tudo volte ao normal. Fé, tenha fé.

Beijo Luci.

Diogo Caceres disse...

Boa noite Luci. Conheci seu blog passando pelo do amigo Franciney e lendo sua postagem, digo que lamento a situação por que estão passando, mas rogo muito amparo do Alto a todos vocês... Dizem que depois da tempestade vem a bonança, desejo então o máximo de paciência e coragem enqto não termina essa situação. Força, tudo se supera nessa vida. Quanto a campanha de auxilio aos animais, c/ certeza não faltará auxilio tambem, ninguem esta só nessa vida, e os animais tambem merecem o amparo necessario. Forte abraço e paz no coração!!!

Manuzica disse...

Lu, eu que estou de longe me emocionei com as imagens na TV, imagona vc que tá aí pertinho. É realmente de cortar o coração.

Agora é rezar para Deus ajudar essas pessoas que perderam tudo..que Ele dê o afago que esses coraçãos precisam e a força necessária para seguirem em frente.

E sobre a coca 2L..gente, aqui em Salvador o preço normal da coca é de R$ 5,00. Jisusssssssssssss.

No mais, espero que vc esteja se sentindo bem melhor do que ontem. Infelizmente existem coisas que não podemos mudar..

Bjo no coração.

Fica bem.

Uma aprendiz disse...

O triste disso tudo é que só nos preocupamos enquanto as notícias estão na TV.

Aqui em Sampa também temos enchentes mas nada se compara ao que aconteceu no sul.

Espero que você já esteja bem.

um beijo