sexta-feira, 7 de novembro de 2008

BLOGAGEM COLETIVA: Epigrama nº 2

Algumas pessoas não se conformam quando eu digo que eu sou feliz!

Quem realmente me conhece, sabe dos problemas que tenho, um até sem solução imediata ou que dependa da minha vontade para se resolver.

As pessoas dizem que não sabem de onde eu tiro forças e se estivessem em meu lugar estariam em desespero e infeliz.

É simples. Já fiz de tudo! Chorei, gritei, sofri, resolveu? Não. Desisti de lutar contra, hoje eu luto a favor.

Luto a favor de minha paz! Sem desesperos, sem pressa! Minha hora vai chegar. De uma forma ou outra! Aceitar apenas isso. Conformismo sem perder as esperanças!


*Epigrama nº2 - Cecília Meireles*

És precária e veloz, Felicidade.
Custas a vir e, quando vens, não te demoras.
Foste tu que ensinaste aos homens que havia tempo,
e, para te medir, se inventaram as horas.

Felicidade, és coisa estranha e dolorosa:
Fizeste para sempre a vida ficar triste:
Porque um dia se vê que as horas todas passam,
e um tempo despovoado e profundo, persiste.



*Blogagem Coletiva é uma proposta do Blog: Na dança das palavras em homenagem ao aniversário de Cecília Meireles*

12 comentários:

*Lusinha* disse...

Pois eu penso e ajo como você. Talvez não com a frequência que eu gostaria, mas não fico dando muito murro em ponta de faca, já quase perdi os dedos. ;)
Bjitos!

Jardineiro de Plantão disse...

De que vale chorar, gritar, sofrer... se temos situações mesmo intransponíveis... têm a atitude certa, não deixa de lutar mas deixa o tempo consertar.

Que a sua situação seja rapidamente transporta a dificuldades a vencer.

Abraços

Ju Pietra disse...

Lucí, ser feliz é um estado de espírito, é sim parar de brigar com o mundo!!! Dá pra ser feliz sim, em qualquer tempo...

E esse textp da Cecília tbem é fantástico!!!
Nao some nao, vai la em casa mais vezes tomar um café...
Bjo

Pelos caminhos da vida. disse...

Cheguei a uma conclusão:
problemas todos nós temos,de nada adianta chorar,gritar,se é nós mesmos que temos de resolve-los,digo isso por mim,eu passo por um problemão e já faz uns anos e até agora não consegui resolver por ter mais pessoas envolvidas,mas o dia em que eu pensar em mim mesma pode ter certeza vou dar um chute nesse problema,mandar ele para bem longe de mim,pois quem gosta de mim mesma primeiramente sou eu,ainda não resolvi apenas pelo fato de eu ter dó dessa pessoa,mas como ela não sente isso por mim não vou arrastar isso comigo para sempre,sabe qdo vc recebe um digamos um pacote e vc está carregando o mesmo e sabe que ele não é para vc?
Pois bem é por ai.
Tem atitudes na vida da gente que tomamos por 5 minutos de bobeira e ai uma vida inteira de lamentações,só que o meu tem conserto,e eu vou consertá-lo doa a quem doer,pois a mim já está doendo a muito tempo.
Desculpe o desabafo,mas tem horas que a fortaleza desmorona.

Fim de semana de luz para vc amiga.

beijooo.

Girl disse...

Amiga,

I'm back!
Pessoalmente, sempre fui uma pessoa muito feliz e tentei não ligar para os meus problemas, que na realidade são bem maiores que o de minhas amigas melancólicas.
Tô com saudades!
Passa lá no blog depois e deixa o seu comentário.

Bjinhos,

Girl

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Oi Lucí,

Parabéns pela postura a favor da sua vida. Que ela seja repleta, sempre, da melhor qualidade que você conseguir suportar.
E, enquanto isso, continuo lendo e gostando muito do que você escreve.

Um beijo, moça!!!

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

nunca achei certo ser feliz feliz; sempre achei egoísmo; no mundo em que vivemos ser feliz esquecendo do próximo; porem... alguém tem que viver né?

Pelos caminhos da vida. disse...

Um otimo inicio de semana para vc amiga.

Bom dia.

beijooo.

Dora disse...

Espero sinceramente Lucizinha que você esteja bem em relação "àqueles velhos problemas de visitar hospital". Eu entendo sim sua felicidade. As pessoas não sabem aceitar isso, essa felicidade e aí chamam de conformismo. Mas eu sou um pouco assim, também. Preciso de muito pouco pra ser feliz. E também me considero feliz. Felicidade não é ausência de problemas na minha opinião. Felicidade é saber lidar com os problemas que aparecem. É ter maturidade para enfrentar certas coisas. E é por isso que sei que você é feliz mesmo... está coberta de razão... e esse é um dos motivos de ter entrado no meu humilde coração. Você é singular, Lucizinha-nha!
*CR

Dora disse...

Que pena! Nem participei da blogagem coletiva! Adoro Cecília Meireles! :(

Erick Júlian de Medeiros Feitoza disse...

virarei seu fã pela sua boa resposta cativante, se tu não voltar para me visitar te arrancarei o coração de saudades...

Anônimo disse...

necessario verificar:)