sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Sobre ciúmes.

Entre algumas coisas que posso afirmar sobre mim, é que eu não sou uma pessoa ciumenta. Não sou, mas não que eu não sinta momentos de ciumes, e isso me deixa completamente instavel.

E eu me afasto de tudo aquilo que me deixa instavel, como eu nao posso me afastar do ciumes, eu posso me afastar daquilo que tenta despertar isso dentro de mim.

Na adolescencia que era aquela fase dos namorinhos, rolos ou que hoje chamam de ficantes, acho que pra mim isso foi a pior fase, por que gostava de menino bonitos, populares, mas eu nunca quis entrar em uma disputa, disputar meninos nunca foi pra mim, eu preferia desistir.

Eu gosto do facil. Os faceis eram os meninos nao populares, nem tao bonitos, mas que eram legais, mas que eu nao precisava disputar, se eu quisesse. Uma pessoa me disse que isso era sinonimo de fraqueza. (um desses meninos bonitos e populares)

Nao meu amigo, isso nao era. Era apenas uma pessoa que nao sabia lidar com o ciumes que sentia, e que talvez isso fosse tao grande dentro dela, que ela preferia nao lutar.

E como ninguem sabe nada da vida, eu prefiro acreditar que se eu entrasse nesse jogo de disputa hoje eu era mais uma ciumenta no mundo. Já sou controladora, calculista e fria o suficiente, eu nao preciso de mais um defeito na minha lista.

Acredito que seja uma das coisas que mais dão certo no meu casamento, a minha falta de ciumes. Não que eu nao sinta em determinados momentos, mas é coisa natural que vem de mim, não é aquele ciume provocado, irritante. Se ele fosse assim, bem provavel que eu já tivesse desistido dele também e procurado outro mais facil..

Nao construí e não construo relacionamentos baseados no ciumes.

4 comentários:

Rolando disse...

oi. estive por aqui. gostei. ciumes todos tem um pouco de algo ou de alguem. é a natureza do ser humano... do ser vivo. apareça por la. abraços.

Tiago P. disse...

O ciúmes machuca quem o sente, e mata quem é vítima.

Eu nunca fui popular, nem bonito (agora até sou) e pelo visto as meninas da minha escola não pensavam como vc. kKk...

Gostei do seu blog. =D

Ana Lu disse...

Ai Lucí, eu sou MUITO ciumenta. Não de dar show, ou de ficar falando isso pras pessoas, mas de ver alguém perto demais e ir chegando de mansinho pra recuperar o espaço.. hahaha

Marcia Almeida disse...

Luci, concordo com você e acrescento : ciume quanto mais a gente alimenta mais cresce. Prefiro seguir a linha mais light/diet/low profile. Acho cenas de ciumes degradantes para quem faz e para quem se sujeita. É doentio.
Bjs
Marcia