quinta-feira, 11 de setembro de 2008

A menina e sua bola!

Sabe quando acontece algo inofensivo e repercurte de uma maneira que não deveria?

Foi assim. A menina e a bola!

Em alguns sábados que já passaram. A menina e seus "amiguinhos" (menina de 12 com amiguinhos de 14, 16), estavam todos em frente da casa jogando futebol. A bola perdeu o controle e veio parar na minha sacada.

Bom, a menina veio pedir para a proprietária da casa (a vizinha do antepenúltimo post). A vizinha não quis entregar. Ninguém veio pedir nada para mim, nem a menina e nem a vizinha. Eu olhei a bola ainda estava na sacada.

Na mesma noite, os vizinhos saem. No domingo seguinte eu acordo com a menina e seus amiguinhos jogando futebol com a mesma bola.

Qual pergunta se passou pela minha cabeça: "Como a bola que estava na minha sacada foi parar na mão dela?".

Perguntei a vizinha se foi ela que pegou, ela afirmou que não. Aqui de casa ninguém entregou. Chegamos a conclusão que alguém pulou as sacadas para pegar a bola. O detalhe que para chegar a minha sacada, tem que passar no mínimo por mais duas. São sobrados parede a parede. Por baixo, portão vive trancado, não tem como pular, por que é até em cima.

A menina moleque pulou. No outro dia, o proprietário foi até a casa dela falar com a mãe da menina. Vai que sumisse qualquer coisa além da bola, tipo um tênis.. ela seria a culpada.

Sei que ontem eu recolhendo algumas coisas da sacada, passa um menino que mora a algumas quadras daqui e pergunta quando foi que roubaram meu tênis.

Sabe telefone sem fio. Foi assim. De uma brincadeira de crianças passou para roubo. E eu que não tive nada haver com a história estou como vilã pelas crianças, por que elas acham que eu inventei o roubo para prejudicar a menina. E ninguém me pediu a bola, se tivessem apertado o interfone e pedido com educação nada disso teria acontecido.

Mas uma menina de 12 anos ainda não sabe o que é educação. Prefere pular muros como macaca do que pedir. E eu pago pela fofoca e má educação dos outros.

10 comentários:

Youko Watanabe disse...

Ah, Lucí..
Eu tinha uma vizinha bem velhinha que ficava fumando cachimbo na porta de casa.
Eu morava numa Vila, casa de um lado, casa do outro.
Minha mae não deixava eu brincar fora de casa, na rua, com outras crianças. Era raro.
As vezes ela deixava. Sempre gostei de jogar bola na rua.
A D. Alzira, nao gostava, pq sempre a bola entrava na casa dela, por a porta estar aberta e ela do lado de fora, sentada, fumando..
Ela apreendia a bola até o outro dia, mas sempre devolvia, pq a gente respeitava, pedia desculpas. Não caía lá pq alguem jogava de proposito..

Seu post me fez lembrar isso..
Pena que a menina não soube pedir..
Não custava nada realmente.
Educação hoje em dia é algo raro.

Beeeeeeeijos.
=)

*** Cris *** disse...

Oi Luci, vc parece ser uma pessoa encantadora, adorei seu perfil e gostei muito daqui, voltarei outras vezes. Vopu te add, ok?
Um abraço!

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela visita!

DEUS me livre de ter vizinhos desse tipo ai que vc descreveu.
Vc precisa se benzer amiga.

beijooo.

Maria Fernanda disse...

Como diz meu pai: "o mundo nunca foi dos justos mesmo".

:*

pirajussaralondon disse...

HAHAHAHA, eu lembro que a única casa que os donos deixavam jogar, era justamente a minha, a bola caia e como eu também fazia parte da festa eu ia lá e pegava, ou os outros meninos entravam e pegavam com a minha permissão, mas a minha vizinha não era tão amiga assim, era cair lá e ela furava, tinha o Zé do Cachimbo que morava na casa da frente que fazia a mesma coisa era cair lá e faca, e o velho que Deus tenho em bom lugar, fazia questão de furar na nossa frente.

NOCTURNO disse...

Os bons modos fazem parte da boa educação. atitude em desuso nos dias que correm.


Beijo Nocurno

Carol disse...

"DEUS me livre de ter vizinhos desse tipo ai que vc descreveu.
Vc precisa se benzer amiga." [2]

Obrigada por achar a Tata!!!rsrs

;**

Dora disse...

Lucí, eu ando querendo virar mamãe, sabe?! Mas eu te digo que o meu maior medo é não saber criar direito. Acho horrível criança mal-educada... acho o fim! Ai meu Deus! Nem sei, viu?! Uma amiga disse que se a dela der problema, ela amordaça no meio da rua... rs rs rs rs... mas falando sério... é complicado, porque hoje em dia a educação anda cada vez mais rara. O povo não liga mais de usar gentileza uns com os outros... a regra geral é desrespeito e falta de educação. Seja no mundo virtula seja no mundo "real"...
Ô vizinhança carregada, hein?! Os meus aqui não são muito simpáticos, mas pelo menos é "cada um na sua"... Na outra casa, os vizinhos eram muito fofinhos! Quando cheguei aqui foi um contraste...
CR

KA disse...

Oi amiga!
Saudade de passar por aqui!!! To numa correria...

Sabe que eu não tenho muita (ou melhor - nenhuma - paciência com molecada. Eu teria furado a bola de cara só para não ser mais aborrecida, hahahahahaha.
N]ão esquenta com fofoca de vizinhos - as pessoas vão falar mal de qualquer jeito - sempre acham um motivo!!!

Bjs

Sabrina Mix disse...

Telefone sem fio é fichinha perto disso aí, hein?!

Beijos e sucesso!!!