segunda-feira, 23 de maio de 2016

Um email que não será enviado...

É com dor e sentimento que escreverei as palavras que seguem...Demorei muito tempo para tomar a decisão que comuniquei a ti. Eu fui ao meu limite, o limite de se esperar qualquer tipo de reação.

Naquela madrugada de sábado, quando por qualquer razão eu acordei e fui olhar a hora no celular e vi uma notificação de email, imaginei que fosse qualquer coisa, menos você! Que por diabos não me ignorou essa vez? Seria tão mais fácil pra mim.

Apos meia dúzia de palavras impessoais e escritas as pressas, perdi meu sono e perdi a conta de quantas vezes eu as reli, procurando nas entrelinhas palavras que você não escreveu.

É fácil recordar o que te convinha, mas lembrar em quantas vezes eu disse que sentia saudades, as vezes que eu lembrei de você e as tantas outras que você mesmo assumiu que conseguiu ignorar, com maestria.

Eu não. Eu explodo em sentimentos e assumo o que eu sentia. Por isso minha cabeça erguida por que eu tentei e você com certeza vai carregar o peso de quem preferiu se omitir.

Eu não tentarei mais..
Diferente de ti, minha dor crônica mora no coração...
E de qualquer forma você terá exito.

Eu vou continuar a sentir saudades, vou continuar a lembrar de ti...

E você não vai precisar ter o trabalho de me ignorar, por que isso é desumano, é desrespeitar a mim e a história linda que tivemos.

Eu merecia ao menos um pedido de desculpas...

Nenhum comentário: