terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Homens e futebol

Apesar da ótima escola que tive em casa através do meu pai em relação a malandragem masculina, acredito que não aprendi muita coisa.

Uma coisa que não aprendi foi a ser ciúmenta e insegura. Não julgo os homens pelas vagabundices de meu pai.

Podia ser a mulher mais tirana do mundo. Como disse tive escola e não aprendi. Minha mãe sempre foi uma mulher submissa e sempre aceitou tudo o que meu pai fez. Eu não.

Sou muito criticada por outras mulheres por permitir que meu marido jogue futebol com os amigos uma ou duas vezes por semana. Que mal ha nisso?

Ele vai lá, joga.. corre, se diverte e sempre volta depois de 1h e 30. Volta feliz. Isso é o legal. Eu permito que ela faça o que ele gosta. Ninguém gosta de ser oprimido. Eu sei que se eu disser: "Não vai ou não vá". Ele irá atender ao meu pedido. Mas por que eu vou tirar esse direito ao prazer que ele sente em jogar uma partida de futebol, falar porcaria com os amigos, ficar fedido e sentir-se livre?

Caso algum dia ele queira me desrespeitar, não será proibições minhas que ira impedir que ele cometa esse erro. Eu confio. Ele não me da motivos para desconfianças.

Permito a ele algumas horas de liberdade para que eu também tenha meus momentos livres para que eu também possa fazer o que eu gosto, como ficar livre na internet a noite.

*As imagens do post abaixo são do Cascão na nossa antiga casa, na nova moradia ele ainda não ficou a vontade para poses (risos)*

24 comentários:

Ana Lu disse...

Olha, eu sou ciumenta e minhas amigas sempre dizem que meu futuro marido tá ferrado.
Mas acho super normal o que vc falou!
Que mal há nele jogar futebol??
;D
Beijos

Luciana disse...

Oi Luci, li o teu texto e eu sou muito ciumenta, namorei durante 2 anos e meio e sempre houve muitas brigas, mas agora que estou sozinha eu fico pensando em tu que eu fiz, não valeu a pena, pois se o homem tem a intenção de trair não é impedindo ele de ir a jogo de futebol,etc, tem outras maneiras dele poder trair, ninguém é dono de ninguém, só acho que deve ter respeito das duas partes, gostei muito do teu texto tu escreve muito bem.

O texto que tu leu no meu Blog eu também não conhecia, fiquei emocionada quando li no e-mail, pois adoro anjos e acredito neles podem não ser os anjos que imaginamos, mas pode ser uma pessoa que já nos deixou e nos protege sempre do perigo.


Um grande beijo no coração e fica com Deus.

FRAN "O Samurai" disse...

Oi Luci!

Que bom que voltou a postar e digo aqui pela parte masculina que acho muito importante esse seu gesto de deixar livre o seu parceiro. Eu particularmente não gosto de futebol, mas tenho meus passatempos. E digo mais ainda, que se um homem quer trair alguém, ele faz em qualquer lugar! Mas o importante é ter a confiança entre vocês. Quem ama não prende, mas confia. Se seu marido volta feliz, pode ter certeza que ele te dá muito valor por lhe dar essa liberdade e tenho certeza que ele a admira por isso. Pois sou homem e diria o mesmo.

Ciúme muitas vezes não é prova que você ama a outra pessoa, mais sim de INSEGURANÇA. E se você se sente insegura, é porque não confia e tudo escorre pelo ralo.

Ciúmes é o câncer da relação, assim disse alguém sábio.

Fico feliz por sua atitude e tenho certeza que isso faz diferença em um relacionamento.

Parabéns Luci, sinta-se orgulhosa.

beijos.

Youko Watanabe disse...

Lulinha Molusquentaaa..

Ah, é bom que o Sir Sapo se divirta.. todo mundo merece.. e isso de ser ciumenta.. ah, deve existir na medida certa.. né?!

Bom que tu sempre aparece pelos msniis da vida a noitee..

beeijos da Youko Sandy Izzidora Bochechas (a dona ocupada.. como vc diz.. rsrsrs)

Sammyra Santana disse...

eu sou tão ciumentinha... mas preferia, de toda minha alma, não ser! Vale a pena não...
eiei, como o Cascão é lindo... eu queria criar um gatinho, mas não levo jeito, sou meio Felícia! hahaha
ei Lucí, deu saudades de vc, dá o ar da graça "lá em casa"! hahahaha
Beijo, flor!
E que feliz que vc tá bem na sua nova morada! Nada melhor que a paz!
Beijo de novo!

Déia Arakaki disse...

Oi Amadaaaaaaaaaaaaa també estava com muitas saudades de voce e de sua presença porém sei que mudança é complicado !!
Quanto ao seu texto , voce esta certissima , esse negocio de nao faz isso , nao faz aquilo nao leva a lugar nenhum mesmo!!

Beijosssssssssssss Querida !!!!

Lira... disse...

Oiii flOr =]

Que bom que vc ta de volta!
estava com Saudades =]

Por enquanto estamos em paz =]

E admiro sua maneira de ser =]

Nina disse...

Aiii, eu vou passar mais tempo com a gorda sim, sem dúvida.
:)
E quanto ao ciúme, concordo contigo. Eu também sou super desencanada com isso. Meu namorado é totalmente livre pra fazer as coisas de que gosta e tals, acho um desrespeito querer limitar a vida do outro. O que não quero pra mim, jamais faria para o outro.

Parabéns pela postura, sabe que são bem poucas mulhres que agem assim né... infelizmente.

Beijokas!!!

E muitassss felicidades na casa nova, deu pra notar pelo post que estás bem animada!!!

Juliana disse...

é Lucí você é das minhas mesmo mulher!
Eu tambem não sou uma louca ciumenta, sou totalmente segura de mim e acho que quanto mais tirana a mulher, mais o hoem sente vonatde de sair das garras dela!
Meu namorado tambem joga bola, se diverte.
Um casal tem que ter sua vida
acho que a mulher (e o homem tb) não deve tentar roubar a existencia do outro, tomar só pra sí!
E quanto ao Jabuti
eu era totalmente contra ter esse tipo de animal, achava sem graça, sem interação com o ser humano, mas vi que me enganei profundamente! Ganhei a punk (a levada da breca) do meu ébano, e nesse 1 ano que ela esta comigo, ela faz várias coisinhas, tipo sair da casinha dela quando vou na varanda porque já sabe que é comida, tentar escalar o pote de ração do Scott, ficar bufando quando eu vou limpar ela no tanque, entrar em casa e "reclamar" quando a comida que coloquei não é o que ela gosta! Eles são muito espertos, e dão menos trabalho que tartaruga que só fica na água, ai fica dando trabalho de lavar aquario e tem uma área bem mais restrita de espaço né!
acho que já falei D+ né?
ahahaahahah

beijokaasss

Cotovia disse...

Entre o luar e o crepúsculo, o sono e a lucidez, o silêncio do mundo e o barulho de ti, há uma voz muda que percorre a aridez do teu pensamento... Sentes?... É o Pio da Cotovia!

KA disse...

Oi, Lucy!!!!!!To voltando!!
Muita coisa pra ler, pra falar, mas vamos com calma...
Por hora: O Cascão é lindo!!!!!!!!
E sabia que você ia chorar com Marley!!!! Mas é lindo, não...
E ta certa de deixar o maridão jogar futebol. Babaquice proibir, né...quem proibe é que tem mais chance de tomar um par de chifres na cachola!!!
Bjs

manzas disse...

A noite adormecia na madrugada
Onde o silêncio sonegava a neblina…
Os charcos se agasalhavam na manta geada
Onde se espelhava a tua imagem cristalina
( poema, chamar por ti )

Tem um selo feito por mim
Para si, no meu blog…
Um resto de uma boa semana
Materializada em harmonia
Com muita alegria
E claro um bom CARNAVAL
Cheio de muita folia…

O eterno abraço…

-MANZAS-

Menina Magrelinha disse...

Tem mesmo q deixar o maridao ir jogar bola com os amigos!!! e como vc mesma disse, assim vc tbem tem um tempo pra fazer oq gosta.

beijos e bom carnaval

SuNshyne disse...

Luci!
Nossa vc mudei seu blog!
A-d-o-r-e-i!
Agora so hj que eu percebi !
Não sei quanto tempo vc mudou mas só hj percebi!
Que vergonha!
:(

D.Ramírez disse...

Esse é o verdadeiro amor. Pra que idzwer nao com coisas que nao levam a nada, somente o prazer dos dois.
Muito legal ser assim pq antes de tudo respeita o individual do individuo. Tbm sou assim.

Besos

Luciana P disse...

Olá, Lucí, sem dúvida, as pessoas têm as suas características e modo de ver o mundo... é questão de personalidade. Já fui ciumenta, já tive atitudes impulsivas, já fui romântica... no entanto, hoje em dia, com a matuiidade, perdi os ciúmes, procuro mais pela minha individualidade,não costumo dar palpite na vida de ninguém e sou bem menos romântica do que na juventude. Seu texto ficou ótimo! Adorei seu blog. Beijos e bom carnaval (com ou sem folia).

Dora disse...

Lucizinha, eu também não sou do tipo ciumenta. Inclusive já recebi algumas reclamações por isso... rs rs rs
Sair com amigos é saudável. Não é porque se tem uma vida a dois que se morre pro mundo. E além do mais, não fosse isso, eu não teria falado contigo na histórica data de 6/02, hã??
Quando eles querem trair ou alguma coisa assim, ninguém segura, sempre se tem opoturnidade. Não é assim que se evita. Ou a gente confia ou não confia.
Um cheiro bem grande.

Dora disse...

Ah!!! Eu vi tua mensagem off! Obrigada por lembrar de mim. Fui lá no blog dela também. Acho que estamos predestinados - um jabuti e eu - para uma linda história!
Depois tu dá uma espiada lá no meu antigo "compridão", ainda falta algumas coisas, mas acrescentei um negocinho lá que se mexe muito. Vê se aquilo lá atrapalha a leitura do cidadão...
Outra coisa que gostei dele, é que não parece tantoooooo assim um "compridão", porque ele é beeeem mais largo que o outro, aí não fica aquela tira infinita...
Um cheiro, Lucizinha.
Fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

Elaine disse...

Olá!
Muito já foi dito por cada comentarista mas eu quero acrescentar que se o marido da gente quiser aprontar alguma, pode ser até no caminho para o trabalho, portanto pegar no pé não protege ninguém.
E a gente também gosta de ficar com as nossas coisas, né?

Viviane Moraes disse...

flor tem presentinho pra vc lá no meu blog..

Nina disse...

Oie,coloquei um selo prá ti no meu blog.

Beijokas

*Lusinha* disse...

Eu penso que esse é o certo a se agir, mas estou precisando de um pouquinho mais de evolução de espírito para conseguir ficar tranquila com uma situação parecida com essa. hihihi
Bjitos Lu e bom carnaval!

Tay disse...

Penso q nem vc....e se ele lha da motivos para confiança melhor ainda!!!
beeeeeeeijo!

paula barros disse...

Eu sou ciumenta e insegura. Antes tivesse tido uma escola que tivesse me ensinado que de nada adianta o ciúme, tolher o outro, pois na realidade o ciumente sofre muito mais, fica sufocado por suas inseguranças.

Ainda espero amadurecer nesse sentido.

abraços, muito bom.