quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

Conflitos internos

A diferença do dia de ontem para o dia de hoje, é que hoje eu explodi. Ontem também.

Para completar todo aquele caos que estava em minha casa ontem. Choveu. Choveu muito. E toda vez que eu vejo chuva ainda lembro de toda aquela catastrofe. Ainda dói e ainda me preocupo. Por que?

*Por que meu marido trabalha a duas cidades daqui, se chove muito a entrada de nossa cidade alaga e não tem como ele passar.
*Por que sempre gera o caos para muitas familias necessitadas.

Começou aquela chuva no meio da tarde. Quando olho a minha sacada cheia e a agua já invadindo o quarto adentro (servicinho bem feito!). Como eles estavam construindo do lado, eles simplesmente rebocaram a minha única saida de agua! E eu ja havia avisado para os donos fazerem outro buraco, pq não tinha pra onde escoar a agua!.

O que eu fiz? Peguei um balde e um pano e sem recursos fui la tirar a agua no pano mesmo. A "vizinha- a mesma do som alto, a dona da casa"!. Ela me viu e toda sorridente: "Vai dar enchente!".

Caraca como alguem pode ficar feliz em ver a chuva desabando e com a possibilidade de uma enchente? Meu sangue ferveu, mas eu ainda consegui me controlar e ignorei esse ser.

Continuei a saga de tirar a agua empoçada com o pano. Dali uns cinco minutos vem ela novamente: "Ohhh tia Lu, da uma lincença pro Marido X ir fazer um buraco ai pra escoar a agua".

Eu que ja tinha quase terminado, estava com o sangue a ferver, disse: "Nao!".
E ela: Por que?
E eu: "Não! Voces vão ter tempo para fazer depois do dia 20!". (Dia 20 é o dia que vence o mes de aluguel, se ela entendeu, que acredito que tenha entendido, é que a gente vai sair daqui, por que ela virou as costas e saiu!).

Um dia a paciencia se esgota, foi meu caso. As 7 da manhã eles fazendo concreto embaixo de minha janela. Musica alta. Entra e sai de gente a qualquer hora do dia ou da noite (a entrada é a mesma). Barulho sempre.

E o pior de tudo.. sempre esperar. Tudo que a gente pediu para eles arrumarem, coisa que eram necessarias, primeiro eles esperam acontecer o pior, ai quando ve a gente em apuros eles querem arrumar de qualquer jeito. Foi o caso da ultima enchente, que encheu minha casa. Ficamos sem agua por duas semanas, ai ele arrumou uma caixa dágua. Foi o buraco da sacada. A gente nao mora de graça, pra sempre estar ouvindo o papinho.. "Ahh mas esqueci!". Quero ver se a gente nao pagar o aluguel em dia eles esquecem de cobrar tbm.

O pior ainda nao tinha acontecido. Ela continuou com a musica alta. Eu fechei toda a casa e fiquei quieta. Quando faltava uns 5 minutos para o Sir Sapo chegar ela desligou o som (o mundo inteiro sabe a hora dele chegar, ele sempre chega no mesmo horario!).

Eu contei a ele o que aconteceu. Ele ja anda a procurar casa faz tempo, mas esta dificil de encontrar casa sozinha e com segurança, por um preço semelhante ao que a gente paga aqui. E para minha surpresa. Sir sapo teve um chilique!.. Disse que eu sou barraqueira!

O pau quebrou. Depois de uma hora, vem o proprietario com uma marreta e pediu para que ele fizesse o buraquinho na sacada por que eu fiquei brava com ele e nao deixei ele fazer. Verdade. Mas o que me irritou mais ainda, foi Sir sapo todo sorridente pra ele. Tipo "paguei de chata"! com ate meu marido contra mim.

O pau quebrou novamente. Um casal tem que ser unido, brigaram com ele, brigaram comigo. Sempre foi assim que funcionou. Mas eu desconfio que Sir sapo não queria ter que sair daqui, e estava a me cozinhar em banho-maria.

Ele fingiu que me entendeu e eu fingi que nao vi que ele estava fingindo!.

Pela manhã, antes dele sair como sempre ele vem e me da um beijo e disse: "Ve se não fica arrumando encrenca!"...

O sangue ferveu, e o pau quebrou novamente. Chorei muito. E sou que não tenho respeito com os outros? Eu apenas disse que se ninguem me incomodar eu nao faço nada! Ele teve outro chilique! Bom levamos mais de uma hora discutindo. Afinal foi um erro de expressao dele. Ele podia sair e dizer: "Se te provocarem, tu ignora!". Ai sim era o certo.

Mas o dia está melhor, dormi melhor depois disso tudo. Estou mais calma, mais disposta.. o tempo esta quente, abafado e com jeito de chuva novamente!Ninguem fez barulho ate agora, e ninguem ouviu musica ate agora. Aqui só funciona assim.

Não adianta eu falar na educação, meu marido falar tudo na educação. Eles so tomam atitudes, quando eles veem a gente indignado e soltando fumaça pelo nariz. Ai eles querem resolver os nossos problemas. Problemas que todos poderiam ser evitados se feitos na hora em que a gente pediu, mas sempre são esquecidos!...

Uma vez uma professora de psicologia disse: "A gente só esquece daquilo que quer esquecer".

13 comentários:

Viviane Moraes disse...

Mas é sempre assim, tem que esbravejar, soltar fogo pela fumaça, que eles resolvem fazer alguma coisa.
Pra tudo isso tem uma palavrinha mágica, processo na justiça ai sim eles ficam calminhos..

Déia Arakaki disse...

Puts amada que porcaria isso tudo!!
Ainda bem que vc esta melhor e mais calma!!
Espero mesmo que tudo melhore!!
beijos querida

Querido Diário Otário disse...

E eu que as vezes fico feliz com uma chuva, acho que devo ser menos egoísta e pensar nas enchentas e nas perdas que muitas famílias tem em diversas localidades do país :x

Não adianta eu falar na educação'
também acho, as providências só são tomadas quando a coisa tá feia e o povo reclamando demais!

Beijos doces ;*

Déia Arakaki disse...

Oi Amada sabeer que vc esta melhor me tranquiliza viu!!
Ah que legal que encontrou uma carta de amor que lhe iluminou a face com um sorriso isso é tao bom.
Eu hoje peguei para ler o blog do meu namorado desde o começo kkk e tambem sorri muito rs.
Fica bem viu querida!!!

beijossssssssssss

Luciene de Morais disse...

Entendo perfeitamente bem tudo o que você sentiu.
É duro além de se sentir incompreendida, sentir-se julgada também.
Precisa haver mais cumplicidade para um relacionamento ser bacana. Quando você estiver bem-bem mesmo, converse com ele a respeito. Tomara que consigam construir isso. Procure ver o lado dele também, não a respeito dessa vizinhança, que isso você tem toda a razão!, mas em tudo. Sabe, os detalhes são muito importantes!
Beijo e fica bem!

*** Cris *** disse...

É amiga, às vezes, só um barraco mesmo pra colocar cada um no seu lugar,né?
Olha,tem presentinho pra vc lá no meu blog,tá?
Bjs!

Juliana disse...

é Lucí... essa cosia de morar de aluguel é muito complicada, as vezes, a gente tem que engolir uns sapos de perna aberta pra não sair pra qualquer outro lugar, pelo simples fato de sair, com calma, vcs vão achar um lugar ideal para vocês
Eu tambem não gosto de nao ser defendida, mas homem as vezes tem disso, tem umas reações inesperadas, acham os nossos problemas frescura, ou mesmo que nós estamos criando problemas para nós mesmas
Mas vai passar, bom que agora com o buraquinho vc só precisa empurrar a agua com o rodo e vai escoar tudo, esse stress pelo menos não vai ter mais!
Força na peruca!
;*

Luciana disse...

Oi Luci, eu não sabia que tu era gaúcha e as bandas que tu citou eu conheço algumas, mas não gosto muito, gosto mesmo é do Papas da Língua, a música da Fergie é muito bonita, mas eu parei de escutar um pouco por que na rádio tocava toda hora e a gente acaba enjoando e como acabou a fase agora eu ouço numa boa.
Amanhã eu tenho revisão no médico por enquanto está tudo bem.
Luci o que eu mais prezo numa amizade é o respeito pelas pessoas e para também ser respeitada.


Bjinhos.

Nanda Assis disse...

ve se pega uma casinha agora com um muro e vizinhos bem distantes, rsrs.
aqui tbm chove muito.

bjosss...

Izzie disse...

Quando hoje tomei uma chuva de lascar na saida do curso(visto que fui esquecida por lá)lembrei de ti.. rsrssrs

Mas se eu bem conheço essa cigana Lula Molusquenta.. breve breve esses problemas acabarão.. =)
Eu espero que sim =)

amanha to cedoo por aqui ;)

Paulo Fernando disse...

Pelo andar da carruagem, acho melhor você vir morar aqui no Rio de Janeiro. rsrsrs

Como dizia a minha avó: "pimenta nos olhos dos outros é refresco". Espero que tudo se normalize aí no seu lar.

Bjos, minha querida.

D.Ramírez disse...

É, são as lamentaveis coisas que acontecem, displicencia de muitos...
E quanto o torcer pra enchente, é o mal do brasileiro. Ele torce pra alguma dar errado por outro, é incrivel isso.
Se quebra um computador na empresa, riem, ficam felizes, mas se compra um novo, torcem o nariz.
Mas, existem pessoas ainda do bem e que querem o melhor pra todos, e eu me incluo e espero que não haja nada de ruim com vcs e a chuva cesse, ou nao venha pra atrapalhar.
Caso queira, criei 3 protetores de tela pra comp, fique a vontade pra pegar;)

Besos

*Lusinha* disse...

Ai Lu é tão chato ver você brigando com seu marido, ainda mais por coisas "bobas" como essas. Acho que você tem que sentar uma hora num momento que estiverem mais calmos e conversarem sobre isso. Você não está feliz com o lugar que está morando e quem tem que aturar as coisas é você que fica ai o dia todo.
Que tudo fique bem! E obrigada pela força no blog!
Bjitos!