sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Radicci

Por essa semana, momento nostalgia, veio-me a memória um cartonista de minha região.

Conheci seu trabalho, quando tinha lá meus 15 anos. Lendo o jornal da região, deparei-me com o Radicci, um colono.. que representa a cultura da serra gaúcha com muito humor.

Radicci é uma criação de Carlos Henrique Iotti - O Criador e as criaturas *AQUI*

Eu não saia de casa para ir para escola sem antes ler suas histórias, charges e tirinhas. Por anos deixei de lê-lo, por que o jornal era regional e perdi o contato. Até que.. essa semana o encontrei na Internet, está repaginado, mas as histórias ainda são divertidas.

Usa uma linguagem diferente, não é português, não é italiano e não é um dialeto.

É como os colonos da serra falam. Carro (caro), carroça (carossa) e assim vai...



RADICCI

Divirtam-se com Radicci, sua esposa Genoveva, seu filho Guilhermino e o Nôno.





Uma história...

Desgrazia poca é bobazem!


"Alôôô, gurrizada! Oggi vômo propor um desafio aos especialistas e cozinheiros da rezion. Como tutti sabem, a arte culinária quá é molto desenvolvida e temos vários expoentes di questa arte espalhados pelas cozinhas per aí. Questa zente zá inventou pratos maravigliosos e encantou convidados com mangiares dos deuses.


Agora, o desafio! E os pratos que non deram certo?! Os rotundos fiascos. Non acredito que, quem é metido a inventor na cozinha nunca tenha feito una barbárie gastronômica. O tal prato experimental é sempre um contrato de risco e pode desandar como una maionese. Oggi vou dar algunas receitas que non devem ser feitas e desafio os especialistas a darem também as suas.


Vômos em frente e que Dio tenha piedade di nostros convidados.

O mais recente fiasco gastronômico foi um desastre com ingredientes requintados: spaghetti com mollho di yogurte, hortelã e camarón. O nome é pomposo, mas o resultado foi quase una trazédia. O spaghetti é tão simples e buono di comer que um filete di azeite di oliva e um buon parmezon ralado fazem um acompanhamento molto agradável.


Pertanto, erar um spaghetti é una proeza. Ponha água bastante para cozinhar o spaghetti. Para o molho rale uma cebola e, zá que vai dá tutto erado, rale um pedaço do dedo também. A cebola vai pro fogo com um pouco de manteiga. Pra altra parte do fiasco pegue um pote di yogurte natural, colha unas vinte folha de hortelã no quintal e bata num liquidificador. Reserve.


Espere a cebola fritar e zogue o yogurte com a cebola. Vai ficar una bosta perché o leite vai se separar do soro. O cheiro agradável ainda engana e dá esperança que
saia algo que preste. Ledo engano. Pra coroar o prato, coloque uns camarón no molho aguado-leitoso e cozinhe.


Escora o spaghetti e coloque questo pseudomolho em cima. O molho aguado irá todo pro fundo e o spaghetti ficará brancon por cima. Non se dê por vencido. Coloque um queizo ralado por cima e leve pra mesa. Tente pescar os camarón, zunto com o que se convencionou chamar di molho. Lembra um pouco pasta de dente com água di côco. O camarón dá un toque todo especial.

Altra receita imperdível é o galeto miserável do Nôno.


Questo é bastante simples e non requer prática. Os ingredientes son os mesmos do nostro tradicional galeto. O detalhe é o modo de fazer. Aprenda com o Nôno.

Primeiro, por causa do tal do colesterol, coloque pouco sal. O vinho, por causa do colesterol, beba quase tutto e ponha só o restinho que sobrou zunto com a sálvia.

Toucinho entre um pedaço e altro nem pensar, por causa do colesterol, zá disse.

Faça um fogo com pouca lenha ou carvon, por causa do preço.

Aí está o secreto. Por ter pouco fogo, asse o galeto lá embaisso. Ele ficarrá torado por drento. Sem sal. Sirva e aguarde os comentários.


Pra encerá, a receita di trutas à Joelma. A receita é simples também. Os ingredientes son 10 trutas, sal, limon e dois engradados di cerveza. Faça bastante fogo e coloque as cerveza prá zelar. Tempere as trutas com sal e limon e ponha no fogo.

Com o seu parceiro, trate di tomar as cervezas e esqueça as trutas. Quando elas estiverem transformadas em um carvón tente servir. Raspe a parte carbonizada e sirva o que se salvou. Non é molto. Por isso, abra altra cerveza pra aguentar o olhar dos que esperavam a zanta.


Mais histórias no site do
Radicci


*Eu sei que a história é longa, mas vale a pena ler garanto boas risadas*


*Um final de semana cor de rosa a todos*

23 comentários:

Pelos caminhos da vida. disse...

Olá amiga!

Texto bem descontraido e com humor,muito bom pra começar um fim de semana.
Um fim de semana cor de rosa pra vc tb,passe lá no blog meu,tem uma rosa pra vc.

beijooo.

ex-controlador de tráfego aéreo disse...

Ô Lucí,
Que maravilha, muito ricas essas crônicas. Convivi e convivo com a gauchada, alguns descendentes de italianos, outros de alemães e até poloneses. Eu não consigo conversar, só ouvir e rir da naturalidade desprovida de frescuras lingüísticas. Cada história que vai pegando a gente e prendendo nos argumentos bem alinhavados, fluentes; é muito bom, como disse a Tizuka Yamazato, esse mosáico cultural brasileiro.
Eu já estou parando de rir, portanto, dá licença que vou lá no site do Radicci me abastecer de certas e boas risadas.
Ah, valeu pelos comentários lá no blog.
Baci!!!(acho que se escreve assim, né?)

Tata disse...

Oi Lucí,

Nossa adorei a dica, muito bom esse Radicci, nunca tinha ouvido falar nele, mas adorei o que li aqui vou dar uma passada lá no site dele! dar umas risadas desobistruir o fígado!!!!!
bjinhos minha querida, e bom fim de semana pra vc!!!!!

Jardineiro de Plantão disse...

Gostei... apesar de ter de executar, algum jogo neurónial para conseguir alinhar as frases...

Então experimente as trutas assim...

Limpe-as... Barre as mesmas com alho pisado, massa de pimentão, sal e duas gostas de píri-píri na barriga esventradas das mesmas, mais uma colher de café de manteiga no lombo de cada... enrole-as em papel de alumínio e assa na chapa em lume brando... retire-as para um prato, umas gotas de limão e salsa picada... junte umas batatinhas em bikini, devidamente cozidas, regue tudo com azeite português... e sirva com tomate aos quartos temperados só com uns grãos de sal e fio de azeite.
Receita com direitos de autor cá do moço.

Vou a casa do Radicci...

Abraço e belíssimo fim de semana.

Carol disse...

Tinha razão, garante boas risadas mesmo! Tô até mais leve!
Brigada pelo apoio de sempre!
Bjo enorme!
Bom fim de semana!

mundo azul disse...

ADOREI!
Dei ótimas risadas...Obrigada!


Beijos de luz e um final de semana muito feliz!!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem um festival de selinhos lá esperando por vc.

beijooo

Ana disse...

Eu gosto tanto de Tirinhas.
E é tão difícil achar boas hoje em dia.


Parabéns.

Tassi disse...

-

hahahaha Ótimo o texto!
Ele realmente sabe brincar com as palavras e descontrair os fatos trágicos para colher boas risadas!!

Visitarei o site, certeza!!
boa idéia de post, Luci!

bjos queridona ;*

Cadinho RoCo disse...

Não tenho lembrança de desafio tão apimentado aos amantes da gastronomia que nem sei se topam apresentar suas receitas que não deram certo. Agora, o resultado literário é fantástico.
Csdinho RoCo

instantes e momentos disse...

ótimo pst, inteligente, bem humorado, bem feito.
Tenha um belo domingo.
Maurizio

Quase Trinta disse...

Adorei.. estou rindo aqui tanto com as tirinhas qt com o texto.
bjs

*** Cris *** disse...

Olá Luci, vim aqui pra te desejar uma ótima semana!
Um abraço!

Menina Magrelinha disse...

Oiii
mto mto mto bom!
coisas assim fazem falta na vida da gnt...
beijosss
e boa semana

Ju Pietra disse...

Nossa, adorei isso!! Muito legal a dica, já até adicionei pra ir lá ver sempre!!

E o teu blog tá muito bom, gosto da clareza das tuas palavras... Vou linkar ta?

Abçs
Ju

Youko Watanabe disse...

Lula Molusca, não sabia que na tua região tinha outro tipo de idioma, rsrs.. brincadeira

Rendeu boas risadas da Sandy..
Onde está você?! Anda sumida daqui..

Apareça, pq rir sem vc nao tem graça..

Beijos

Carol disse...

Tem um joguinho de perguntas pra vc lá no Blog!
Bjos

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia amiga!

Mais selinhos lá esperando por vc.

beijooo.

*** Cris *** disse...

Ei, kd vc?
Tá td bem por aí?
Volta logo!
Bom fim de semana!

KA disse...

Sumiu, amiga???
Saudade dos teus post...

Bom fim de semana!

Bjs

Lay disse...

"Para o molho rale uma cebola e, zá que vai dá tutto erado, rale um pedaço do dedo também."

huahuahuahuahua
e o pior eh que jah começa falando que vai dar tudo errado, tudo terminando com um peixe carbonizado e cerveja gelada.

muita onda... é sempre bom ler coisas diferentes. beijos!

Liquificadorizando disse...

Nunca tinha lido charges com o linguajar gaúcho.

Adorei!

Ótima dica e texto.

Beijos.

Bom fds!

Dora disse...

Eu não conhecia, Lucizinha, mas adorei! Adoro tirinhas, charges e afins... achei massa o "pseudomolho" e a "parte carbonizada"... kkkkkkkkkkkkkkkkk... ri muito mesmo!
*CR03
Um cheiro bem grande, Lucí-mais-querida-que-todas-as-Lucís-do-mundo!
Dora Baratinha, *CR