quarta-feira, 5 de outubro de 2011

...

Ainda procurando pela paz perdida. Passei da fase do desanimo para a raiva e agora veio a tristeza. Vai passar. O problema é que eu sempre espero demais das pessoas, espero ser compreendida, espero dos outros a mesma atitude que eu teria. E eu sei que ninguém é igual a ninguém e isso me entristece.

Odeio gente fofoqueira. Pior que nem dá pra dizer que é por falta do que fazer, por que tem gente que tem muito o que fazer e mesmo assim sente prazer em fazer fofoca.

Sei lá, com o final de ano se aproximando é tempo de se pensar que com a chegada do Ano Novo tudo se resolva, tudo passa, a renovação de esperança.

Nenhum comentário: