domingo, 20 de setembro de 2009

"Uma carta para mim"

Olá Lucí,

Como vão esses olhos? Ainda vê o mundo com os olhos de uma criança ou já se deixou levar pelos desgastes da vida? Não. Eu sei. Você sempre será uma guerreira. Sim eu sei.

Quem sou eu?
Pense...

Sim, eu sou o teu futuro.

Hoje te vejo ai cheia de sonhos, com grandes esperanças dessa vida que tem toda pela frente. Lembre-se nunca perca essa esperança. Tua vida não será nada fácil.

Apenas uma menina. Sabe aquele menino que gostas? Esqueça-o. A amizade de vocês nunca mais será a mesma. Teu pai que tanto amas, um dia irá perde-lo e você irá sofrer muito. Sua mãe cada vez será mais exigente contigo. Pense em você!

Continue assim. Está no caminho certo. Sorria, chore, liberte-se e aprenda a engolir sapos. A vida irá te cobrar isso, só não sei se irá conseguir, eu nos meus 27 anos ainda não consigo! Comece a exercer a paciência.

Você ainda vai chorar muito. Irá se rebelar contra o mundo e contra tua vida. Não faça isso. Reflita. Tua expectativa de vida será do tamanho da tua vontade em viver.

Preste bem atenção "Ninguém tem culpa!". Você saberá o que eu quero dizer no momento certo.
Suas escolhas foram certas. A faculdade dos seus sonhos, você irá entrar. Terá os namorados que desejar, porém um te fará sofrer bastante. É.. evite-o a todo custo. Ele se apresentará como alguém que te dará todos os sonhos. Ele será um pesadelo. Fuja.

Você irá casar-se sabia? É. Eu sei que essa ideia parece tola nesse momento, afinal você diz para todo mundo que nunca irá casar, então pare de dizer isso, por que isso será jogado na tua cara milhares de vezes e você se sentirá triste .. por que você é humana e tem o direito de mudar as suas opiniões ao longo da vida.

Até aos 27 você não terá filhos. Você irá morar em uma cidade linda. Terá poucos amigos, mas que são os melhores. Terá um gato.. eu sei o quanto você ama gatos. Já terá sofrido muitas perdas e descoberto o verdadeiro sentido da vida.

Você irá amadurecer com o sofrimento. Então não reclame das provas da vida. Você será alguém muito forte. Será admirada. Dona de uma personalidade ímpar e contraditória. Amada e odiada.

Dê o melhor de si em tudo o que fizer. Cuide de sua saúde. Alimente-se corretamente. Seja regrada e disciplinada.

E principalmente ame-se. Ame seu sorriso, seus olhos, seus cabelos e ame o que você é por dentro. Isso é o que contará em tua vida, todo o resto será passageiro e sem importância.
Adeus minha menina,
Lucí

11 comentários:

Elaine disse...

Luci,
Estou vendo que vou chorar muito hoje...
E que vou encontrar gente vencedora.
Seu texto me comoveu demais pois mostra alguém a quem eu posso admirar.
Muito obrigada por dividir comigo sua vida.
Beijos.

Nanda Assis disse...

essa ideia foi maravilhosa!!!

bjosss...

Alma inquieta disse...

Luci,

Parabéns!
Gostei mesmo!

Um beijo de Portugal

Renata Nogueira disse...

Luci, parabéns pela participação!
Beijão

Dalva disse...

Luci,

essa blogagem mexeu com nossos sentimentos... estou adorando participar. Parabéns pela postagem... linda!

Também estou participando... Se puder, dá uma passadinha, gostarei da tua visita!

Bjs.
Dalva

Nade disse...

Lucí, vi nestas linhas um pouco também do que vivi, até pelo fato de termos a mesma idade, de sermos casadas e de não termos filhos ainda...
Sabia que também dizia que nunca casaria?... rsrsrs
Sua carta é linda e, melhor que isso, ela serve pra conhecê-la um pouco mais!
Bjs, querida, e parabéns pela belíssima participação na blogagem da Elaine!

João Olavo-Traços de um homem disse...

Parabens moça...mandou bem...bela carta lindas palavras
Beijos

Mari Amorim disse...

Realmente,essa blogagem esta mexendo com as emoções,mas sempre ha um crescimento espiritual posterior.
um grande beijo
Boas energias
Mari

Giselle disse...

Luci,
vim retriburi sua vista tão amável em meu blog e confesso-khe que adorei o modo como escreveu sua carta ...
Lindamente ...
Lú, queria te seguir, mas o google deve estra com algum problema pois não abre de jeito nenhum o quadro de seguidores.
espero que vc volte mais vezes em meu blgo e eu comcerteza voltarei.
Beijo grande,
Gi

*Lusinha* disse...

Que lindo!
Quem dera a gente recebesse uma dessas logo que nascesse, né?
Bjitos!

Dora disse...

Carta interessante e assustadora, Lucizinha. É inegável que tenho certas curiosidades acerca do meu futuro, mas acho que se eu soubesse antecipadamente de certas coisas, provavelmente eu nem me animasse a realizar outras...
Um cheiro (de novo)